Empates sem gols na Copa são consequência de abordagens cautelosas

Vista do estádio durante partida entre Estados Unidos e Inglaterra pela Copa do Mundo do Catar

Por Mark Gleeson

AL RAYYAN, Catar (Reuters) - A abordagem cautelosa de muitas equipes na rodada de abertura da Copa do Mundo do Catar está por trás de um número recorde de empates sem gols no torneio, disse um grupo de estudos técnicos da Fifa neste sábado.

Mas eles previram que os jogos seriam mais expansivos e os gols começariam a fluir assim que as equipes tivessem a chance de se classificar para as fases eliminatórias ou estivessem enfrentando a perspectiva de uma eliminação precoce.

Houve quatro jogos sem gols nas 16 partidas iniciais --um recorde de 25% das partidas disputadas na primeira rodada da fase de grupos-- e um quinto na sexta-feira, quando a Inglaterra e os Estados Unidos não conseguiram marcar gols em seu duelo pela segunda rodada.

O número recorde de empates em 0 x 0 na Copa do Mundo é de sete, o que aconteceu em quatro edições diferentes do torneio, mas o Catar 2022 já está próximo desse número, com apenas 20 dos 64 jogos programados concluídos antes das partidas de sábado.

Na última Copa do Mundo, na Rússia, houve um único empate sem gols, quando Dinamarca e França não conseguiram produzir gols em um confronto da fase de grupos.

"As equipes não quiseram correr muito risco", disse o ex-jogador da Nigéria Sunday Oliseh, parte do painel de especialistas da Fifa que está estudando tendências no torneio.

"Dados passados mostram que cerca de 70% das equipes que perdem seu primeiro jogo em uma Copa do Mundo são eliminadas após a primeira fase e acho que as equipes estão cientes disso", acrescentou ele em uma coletiva de imprensa no sábado.

"Claramente muitas equipes estão confiando em uma abordagem cautelosa", acrescentou o colega Alberto Zaccheroni, que ganhou o Campeonato Italiano com o Milan e a Copa Asiática quando era técnico do Japão.

"Havia uma série de equipes que defendiam com cinco defensores e jogavam muito apertado e compacto. Eles queriam garantir um mínimo de um ponto desde o jogo de abertura e se uma chance aparecesse, tentar agarrá-la para ganhar o jogo."

"Mas à medida que o torneio progredir, veremos as equipes se tornarem um pouco mais corajosas", previu ele.

ALTA INTENSIDADE

A Fifa disse que os primeiros jogos tinham lançado várias tendências táticas interessantes, notadamente muito mais contra-ataques com vários jogadores e maior sucesso no ataque a partir de cruzamentos.

Houve 14 gols de cruzamentos no torneio no Catar em comparação com três na mesma fase na última Copa do Mundo, quatro anos atrás.

Oliseh também disse que esperava que a alta intensidade em exibição no torneio continuasse mesmo com o avanço do torneio.

"Esta é uma Copa do Mundo muito diferente, na qual os jogadores dormem na mesma cama todas as noites e cada equipe tem sua própria base. Não há viagens de uma sede para outra", disse.

"É como se todos eles estivessem jogando em casa. Eles não estão enfrentando o cansaço que vem com as constantes viagens e não vejo os jogadores se cansando tão cedo", acrescentou ele.