Após empate com sabor amargo, Raposa quer recuperação no clássico

O empate diante do Uberlândia, por 2 a 2, na noite desta segunda-feira, no Parque do Sabiá, não estava nos planos do Cruzeiro. O grupo esperava a vitória para ainda ter chances de alcançar a liderança do Campeonato Mineiro, algo que é impossível agora. Os atletas celestes miram a recuperação no clássico, no próximo sábado, no Mineirão.

Para Lucas Silva, o duelo contra o Atlético, às 16h (de Brasília), no Gigante da Pampulha, pode levar vida nova ao Cruzeiro. “Nosso objetivo, com certeza, era ser o líder desta fase classificatória. A gente vai tentar atingir a melhor posição possível. Sabemos a dificuldade que é jogar um clássico, mas nada melhor que jogar um clássico e ir bem”, destacou.

O goleiro Rafael lamentou o tento sofrido no fim da partida. Ele percebeu o jogo controlado e parabenizou o adversário que acertou um belo chute para o empate.

“O jogo estava até controlado, mas ali o jogador deles foi muito feliz, acertou um grande chute. Temos que reconhecer os méritos do adversário nesta situação”, finalizou.

O Cruzeiro volta aos treinamentos na tarde desta terça-feira, na Toca da Raposa II, em Belo Horizonte. A equipe duela novamente no sábado, contra o Atlético, pela 10ª rodada do Campeonato Mineiro.