Empate com Espanha pode ter sido faísca que precisamos na Copa do Mundo, diz técnico da Alemanha

Técnico da seleção da Alemanha, Hansi Flick, durante partida contra a Espanha pela Copa do Mundo do Catar

Por Karolos Grohmann

AL KHOR, Catar (Reuters) - O gol de empate da Alemanha na igualdade em 1 x 1 com a Espanha na Copa do Mundo do Catar no domingo pode ser a faísca que os alemães precisam para se classificar para as oitavas de final e mudar as coisas no torneio, disse o técnico da equipe, Hansi Flick.

O substituto Niklas Fuellkrug marcou o gol de empate aos 38 minutos do segundo tempo para ajudar a conquistar o primeiro ponto dos tetracampeões mundiais em duas partidas, após a derrota para o Japão na estreia do torneio.

Esse gol manteve vivas as esperanças de avançar antes da partida final do Grupo E contra a Costa Rica na quinta-feira, que os alemães precisam vencer.

"Nós sabíamos o que estava em jogo. A Espanha jogou um bom futebol, mas as equipes estavam niveladas e tivemos uma grande chance no final, mas estas coisas acontecem", disse Flick aos repórteres.

"As coisas vêm até você quando você começa a ganhar. Talvez seja a faísca que precisamos."

O alemão Leroy Sane perdeu uma oportunidade de ouro dentro nos instantes finais da partida, mas Flick disse que estava satisfeito com o desempenho de sua equipe.

"A equipe lutou muito e eu estou muito satisfeito com sua mentalidade. Estas são as coisas que queremos e sabemos que demos o primeiro passo", disse.

"Queremos ter as condições contra a Costa Rica para chegar à fase eliminatória", disse Flick.

A Alemanha estava à beira da eliminação na fase de grupos na segunda Copa do Mundo consecutiva, mas seu empate combinado com a surpreendente derrota do Japão para a Costa Rica agora move os alemães para território positivo.

"A Costa Rica mostrou boa mentalidade para voltar de uma derrota de 7 x 0 para a Espanha (e vencer o Japão)", disse Flick. "O futebol é assim. Às vezes não são aqueles com mais chances que vencem. Nós experimentamos isso contra o Japão."

A Alemanha tem um ponto com a Costa Rica e o Japão com três. A Espanha, que enfrentará os japoneses na última rodada, está com quatro.

Flick disse que não se apressaria a se concentrar na Costa Rica, sabendo que seus jogadores precisam processar o jogo de domingo primeiro.

"Ainda está muito longe para pensar na Costa Rica. Temos que deixar este jogo decantar e gerar autoconfiança", disse.

Perguntado se ele tinha visto a vitória da Costa Rica mais cedo, Flick disse que não tinha, mas ouviu "uma pequena comemoração" de sua equipe após o resultado.