Emir do Qatar contradiz políticas do país ao celebrar diversidade na Copa

DOHA, QATAR, 20.11.2022 - CERIMÔNIA-ABERTURA-COPA-QATAR - Tamim bin Hamad Al Thani, 42, emir do Qatar, durante cerimônia de abertura da Copa do Mundo 2022, no estádio Al Bayt, em Al Khor, neste domingo (20). (Foto: Gabriela Biló/Folhapress)
DOHA, QATAR, 20.11.2022 - CERIMÔNIA-ABERTURA-COPA-QATAR - Tamim bin Hamad Al Thani, 42, emir do Qatar, durante cerimônia de abertura da Copa do Mundo 2022, no estádio Al Bayt, em Al Khor, neste domingo (20). (Foto: Gabriela Biló/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O emir do Qatar, Tamim bin Hamad al-Thani , 42, discursou durante a abertura da Copa do Mundo de 2022, neste domingo (20). Apesar das controvérsias envolvendo violações a direitos humanos no país, o líder elogiou a diversidade em seu discurso.

"Que beleza juntar essas diferenças todas, essa diversidade toda para reunir todo mundo aqui. Desejo a todas as seleções muito sucesso e espírito esportivo elevado. Para todos vocês, meus desejos de felicidade, e que aproveitem essa Copa. Sejam bem-vindos a Doha", disse o emir.

A fala contradiz políticas do Qatar, onde a homossexualidade é ilegal. Há duas semanas, Khalid Salman, ex-jogador da seleção qatariana e embaixador da Copa, definiu homossexualidade como "dano mental".

O país diz que irá tolerar visitantes homossexuais, mas "eles têm que aceitar nossas regras", disse Salman em entrevista ao canal ZDF. Além de negar direitos à comunidade LGBTQIA+, o país está envolvido em denúncias de exploração de trabalho de migrantes.

As denúncias de violação de direitos humanos motivaram protestos na Europa desde a escolha do Qatar como sede da Copa. Algumas manifestações foram registradas neste domingo (20) em cidades como Berlim, Londres e Paris.

Em resposta às críticas, Hassan Al Thawadi, o chefe da organização do torneio publicou uma carta aberta na qual afirma que comentários sobre Qatar são sustentados muitas vezes em imagens "racistas baseadas em preconceitos e estereótipos de longa data do Oriente Médio e do mundo árabe".

Leia íntegra do discurso do emir

Em nome de Deus, o clemente, o misericordioso, e do Qatar, este país árabe, recebemos a todos de braços abertos na Copa do Mundo Fifa Qatar 2022. Nós trabalhamos e fizemos todos esforços para garantir o sucesso desta edição da Copa. Nós investimos para o bem de toda a humanidade.

Finalmente chegamos ao grande dia, o dia da abertura, um dia esperado por muita gente. E durante 28 dias, o mundo todo vai acompanhar essa festa do futebol internacional, nesse espaço de diálogo e civilização. As pessoas, por mais que sejam diferentes, nacionalidades diferentes, culturas diferentes, orientações diferentes, vão se reunir aqui no Qatar, e todos os continentes vão se reunir no nosso país

Que beleza juntar essas diferenças todas, essa diversidade toda para reunir todo mundo aqui. Desejo a todas as seleções muito sucesso e espírito esportivo elevado. Para todos vocês, meus desejos de felicidade, e que aproveitem essa Copa. Sejam bem-vindos a Doha.

Saiba como foi a abertura da Copa do Mundo 2022