Emiliano Martínez compra cachorro de R$ 131 mil para proteger medalha da Copa

Goleiro argentino comprou um Malinois belga avaliado em 23.000 euros e treinado pelas Forças Especiais Britânicas e pela Marinha dos Estados Unidos

Emiliano Martínez não quer ninguém perto da sua medalha de campeão da Copa do Mundo do Catar. Foto: Marvin Ibo Guengoer - GES Sportfoto/Getty Images
Emiliano Martínez não quer ninguém perto da sua medalha de campeão da Copa do Mundo do Catar. Foto: Marvin Ibo Guengoer - GES Sportfoto/Getty Images

A Copa do Mundo Catar 2022 fez de Emiliano Martínez uma celebridade. Tanto que após a conquista do tricampeonato da Argentina, quase tudo o que o goleiro do Aston Villa faz, para o bem ou para o mal, ganhou as manchetes.

A última novidade de 'Dibu', revelada pelo jornal britânico 'Daily Star', revelou a compra de um cachorro. O objetivo não é outro senão proteger seus troféus, principalmente a 'Luva de Ouro' e a medalha de campeão mundial conquistada no jogo final da Copa contra a França.

Leia também:

Mas não se trata de qualquer cachorro. O goleiro do Villa pagou 23.000 euros (cerca de 131 mil reais) pela compra de um belga Malinois especialmente treinado. O cão foi treinado pelas Forças Especiais Britânicas e pela Marinha dos Estados Unidos.

O cachorro, sempre segundo o 'Daily Star', pesa 30 quilos e tem sido usado "em zonas de combate". "Os Malinois Belgas são cães escolhidos pelo Exército e pela Polícia e são o número 1 do mundo. Eles foram usados, por exemplo, para capturar Bin Laden. É uma raça atlética e ágil, com um instinto de caça extremo", diz a publicação que informa que a empresa fornecedora é a Elite Protection Dogs.

A Elite Protection Dogs tem, entre os seus clientes, várias celebridades. Outros futebolistas se destacam, por exemplo, como Hugo Lloris, goleiro do Chelsea, e Ashley Cole ou o boxeador Tyson Fury.

Emiliano Martínez foi reserva no último domingo (1) na vitória do Aston Villa sobre o Tottenham por 2 a 0, como visitante e com gol do argentino Emiliano Buendía.

O treinador Unai Emery deixou Dibu Martínez no banco devido à sua recente incorporação após o Mundial do Catar 2022. O gol do clube de Birmingham foi defendido pelo sueco Robin Olsen.

Por outro lado, Cristian Cuti Romero, outro dos jogadores campeões mundiais de futebol com a Seleção Argentina, jogou o jogo inteiro pelo Tottenham e recebeu um cartão amarelo aos 27 minutos.