Em vídeo, dono da Havan anuncia o patrocínio com o Vasco para 2020

Carlos Bandeira de Mello e David Nascimento
LANCE!
Campello e Luciano Hang se reuniram em Brusque, em Santa Catarina (Foto: Reprodução Twitter)
Campello e Luciano Hang se reuniram em Brusque, em Santa Catarina (Foto: Reprodução Twitter)


O Vasco já conhece o seu patrocinador para a próxima temporada. No início da tarde desta terça-feira, véspera de Natal, o dono da Havan, Luciano Hang, anunciou a parceria da empresa e o Cruz-Maltino. Ele ratificou que as partes fecharam até 2020. Em um vídeo gravado em uma das lojas e divulgado por meio de seu perfil no Twitter, Hang diz que a marca da Havan ocupará um lugar nas mangas da camisa do Vasco.

– Quero dizer para todos os vascaínos que em 2020 vai ter um patrocínio da Havan aqui. Está confirmado. É um presente de ano novo para todos os vascaínos - disse.

Segundo apuração do LANCE!, o acordo para a manga foi fechado em R$ 2,5 milhões, mais R$ 1 milhão por meta alcançadas, podendo chegar a R$ 3,5 milhões na totalidade pelo espaço. Há a possibilidade da Havan aparecer em placas publicitárias do Estádio de São Januário. Além disso, pode vir a estampar as costas da camisa e no calção, com novos acordos no futuro. Em contato com assessoria do Vasco, o clube confirmou a parceria.




Antes do acordo, a sede náutica do Vasco na Lagoa Rodrigo de Freitas, na zona sul do Rio de Janeiro, foi pichada em protesto pelo possível acordo de patrocínio do Cruz-Maltino com a loja de departamentos "Havan". No muro, a frase "Havan é o c...", contendo palavrão, expressou a insatisfação de parte da torcida.

Luciano Hang, de 57 anos, co-fundador e proprietário da rede de lojas, também foi alvo da manifestação. O empresário ficou conhecido pelo apoio declarado ao hoje presidente Jair Bolsonaro durante a corrida eleitoral em 2018.



Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também