Em sequência como titular, Gabriel ultrapassa a marca de 100 vitórias pelo Corinthians

·2 min de leitura


Sylvinho fez apenas uma modificação no time titular do Corinthians que enfrentou o Fortaleza no último sábado. Em relação ao 11 inicial que duelou com a Chapecoense, a diferença foi a entrada de Cássio, que voltou de suspensão. Dessa forma, Gabriel seguiu com a titularidade, além de ter atingido uma marca importante de vitórias pelo clube, onde está desde 2017.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Veja até quando vai o contrato de cada jogador do Corinthians

Com sua escalação diante do adversário cearense, que acabou batido por 1 a 0, o camisa 5 do Alvinegro estabeleceu sua terceira partida consecutiva como titular, recuperando uma condição que ele havia perdido durante o campeonato. Apesar de ter substituído nos três duelos, ele tem sido peça importante na construção do time que Sylvinho pensa em montar.

- Gabriel volta e dá conta. Cantillo fez ótimos jogos, foi muito bem contra Bragantino e Palmeiras. Depois, por outra situação, não só de meio-campo, mas de time, houve importância do Gabriel - disse o treinador em coletiva.

E essa volta para a titularidade foi importante para que Gabriel conseguisse atingir uma marca importante com a camisa corintiana. Contra a Chape, o volante conquistou sua 100ª vitória no clube e contra o Fortaleza contabilizou a 101ª, ultrapassando a contagem centenária em quase cinco anos de história. Ao todo, são 230 jogos, que também tiveram 69 empates e 60 derrotas.

Entre as curiosidades desse retrospecto está o fato de 51 dessas vitórias terem acontecido em jogos pelo Campeonato Brasileiro, ou seja, mais da metade. Mesma situação daquelas na Neo Química Arena: 54 dos 101 triunfos foram no estádio em Itaquera. Além disso, a maior vítima de Gabriel foi o Palmeiras, seu ex-clube, o qual venceu por seis vezes ao longo desses últimos cinco anos.

Nesta temporada 2021, Gabriel atuou em 39 jogos, sendo 36 deles como titular, marcando um gol e dando duas assistências. Aos 29 anos, o volante tende a ser novamente titular de Sylvinho diante do líder Atlético-MG, no Mineirão, na próxima quarta-feira, às 19h, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos