Em súmula, árbitro registra expulsão a auxiliar do Botafogo: 'Você é vagabundo safado, nos prejudicou'

·1 minuto de leitura


As reclamações do Botafogo na direção do árbitro Wanderson Alves de Sousa após a derrota por 3 a 1 para o Náutico, no último domingo, pela 5ª rodada da Série B, renderam uma expulsão. Na súmula, o juiz registou o cartão vermelho a Caio Autuori, auxiliar técnico de Marcelo Chamusca.

+ Chamusca dispara contra arbitragem após revés do Botafogo: 'O que aconteceu beira o absurdo'

No documento, Wanderson escreveu que Caio foi em sua direção ao final da partida e proferiu xingamentos, tendo que ser acalmado pela polícia presente no Aflitos.

"Expulsei este referido auxiliar técnico por após o termino da partida invadir o campo de jogo e vir em minha direção proferindo as seguintes palavras "você está de sacanagem, você é vagabundo safado, você nos prejudicou". informo que o mesmo foi contido pelos seguranças para não se aproximar da arbitragem", dizia o documento.

O Botafogo reclamou com intensidade da atuação de Wanderson. No primeiro gol do Náutico, o toque que gerou o escanteio que resulta no gol vem de um jogador do próprio Timbu - ou seja, a jogada seria um tiro de meta.

+ Veja a tabela da Série B

Também houve reclamações em relação ao pênalti que resultou no segundo gol. O Botafogo afirma que a bola já havia saído do campo quando Paulo Victor derruba Hereda dentro da área, mas ela ainda estava dentro do campo de jogo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos