Em São Luís, Sampaio perde pênalti e fica no empate sem gols com o Operário-PR

·3 minuto de leitura


Brigando para subir na classificação do Campeonato Brasileiro da Série B, Sampaio Corrêa e Operário-PR entraram em campo na tarde deste sábado, no estádio Castelão, em São Luís. Apesar da insistência dos dois times, o placar acabou ficando zerado para frustração de ambos os lados.

Com o resultado, a Bolívia Querida chegou aos 35 pontos, porém caindo para a 7ª colocação. Já o Fantasma, por conta do empate, subiu um degrau, chegando ao 9º lugar, agora com 33 pontos.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

INÍCIO EQUILIBRADO DE JOGO

Mesmo tentando fazer valer o fator casa, o Sampaio Corrêa não conseguiu impor uma pressão muito forte no começo. Em uma única chegada perigosa, Pimentinha, após boa jogada individual pela direita, mandou a bomba mas que parou nas mãos de Simão.

POUCAS CHANCES ATÉ ENTÃO

Até meados dos 30 minutos, por conta da intensa marcação de ambos os lados, poucos foram os momentos de chances reais de gols. Porém, em algumas chegadas ao seu campo de ataque, por pouco o Operário não abriu a contagem com Paulo Sérgio e Marcelo, mas em ambas não surtiram efeito.

Mesmo após a pausa para a hidratação do árbitro, as coisas se mantiveram no mesmo ritmo, com uma única chance criada pelos donos da casa com Watson, sendo esse o último lance da etapa inicial.

SAMPAIO DESPERDIÇA GRANDE CHANCE

Na volta para o segundo tempo, apenas Felipe Surian optou por uma mudança de atacantes, colocando Diego Cardoso no lugar de Jackson. Porém, Não muito diferente de como foi no primeiro tempo, poucas chances foram aparecendo com exceção aos 9 minutos, quando Diego sofreu um pênalti do goleiro Simão que levou amarelo no lance.

Entretanto, na cobrança, Nadson acabou perdendo a chance de abrir o marcador, batendo no canto esquerdo, mas o arqueiro levou a melhor comemorando a bola que acabou indo para fora.

TÉCNICOS MUDAM, MAS PLACAR NÃO ALTERA

Com o tempo passando, os treinadores não satisfeitos com o rendimento de suas equipes em campo, passaram a recuar para seus suplentes. Mesmo apostando no setor ofensivo, até meados dos 35 minutos praticamente os goleiros eram meros espectadores.

Na reta final, em uma última investida, o Sampaio foi pra cima dando um sufoco no rival e, por pouco, não conseguiu surpreendê-lo. Aos 44, Gui Campana, que momentos antes havia entrado no lugar de Nadson, mandou uma bomba de longe, mas a bola acabou indo para fora, tendo na sequência uma chance com Pimentinha, aos 45, sem êxito também, dando a deixa para o árbitro encerrar o duelo em São Luís.

FICHA TÉCNICA
SAMPAIO CORRÊA 0x0 OPERÁRIO-PR

Data e horário: 11/09/2021, às 20h30 (de Brasília)
​Local: Estádio Castelão, em São Luís (MA)
Árbitro: Vinicius Gomes do Amaral (CBF-RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (FIFA-RS) e Leirson Peng Martins (CBF-RS)
VAR: Jean Pierre Gonçalves Lima (CBF-RS)

Cartões Amarelos: Watson, 46'/1ºT; Simão, 9'/2ºT; Pimentinha, 47'/2ºT

SAMPAIO CORRÊA: Luís Daniel; Watson, Joécio, Éder Lima e Mascarenhas; Ferreira, Eloir (Márcio Araújo, aos 31'/2ºT) e Nadson (Gui Campana, aos 41'/2ºT); Jean Silva (Roney, aos 19'/2ºT), Jackson (Diego Cardoso, aos e Pimentinha.
(Técnico: Felipe Surian)

OPERÁRIO-PR: Simão; Fábio Alemão, Rodolfo Filemon, Reniê e Fabiano; Leandro Vilela (Pedro Ken, aos 25'/2ºT), Marcelo Santos, Thomaz (Gustavo Coutinho, 18'/2ºT), Marcelo (Alan, aos 25'/2ºT) e Djalma Silva (Alemão, aos 32'/2ºT); Paulo Sérgio (Jean Carlo, aos 18'/2ºT).
(Técnico: Matheus Costa)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos