Em retorno ao Galo, zagueiro Gabriel tenta reconquistar torcida após desejo de permanência no Botafogo

Valinor Conteúdo
LANCE!
Gabriel terá de mostrar serviço no Galo para reconquistar a "Massa" depois de declarações com desejo de ficar no Botafogo- (Bruno Cantini/Atlético-MG)
Gabriel terá de mostrar serviço no Galo para reconquistar a "Massa" depois de declarações com desejo de ficar no Botafogo- (Bruno Cantini/Atlético-MG)


O zagueiro Gabriel voltou do empréstimo ao Botafogo, onde jogou em 2019 e tem uma missão árdua: recuperar a confiança do torcedor do Galo, já que o defensor tentou até o último momento continuar no clube carioca.

O retornou à Cidade do Galo foi considerado pelo clube uma contratação de peso, já que o clube mineiro busca renovar o seu elenco para 2020, tendo uma zaga mais jovem com Igor Rabello, Iago Maidana e Réver.


-A questão do torcedor é que eu posso reconquistá-los jogando. Fazendo o torcedor feliz, fazendo o que o torcedor pede. No momento que falaram que eu teria que voltar, voltei com a maior alegria possível, sabendo que lá, fui muito feliz, tive um ano incrível. Mas, aqui, eu posso ter outro ano incrível, tenho certeza que vamos brigar por coisas grandes esse ano-disse.

Gabriel espera mais paciência do torcedor, pois nos primeiros tempos no alvinegro, sua sequência de jogos foi de altos e baixos, o que gerou desconfiança do torcedor com o seu futebol.







- Eu tive a sequência, sim. Aqui, chegou em um momento que eu comecei a oscilar, então não posso atribuir que foi falta de sequência, porque também ficou um pouco a desejar da minha parte. Lá, eu tive uma sequência muito boa, o clube me abraçou, a torcida me abraçou. Tive uma experiência incrível lá e agora volto para cá tentando reconquistar o torcedor, a confiança do torcedor, sei que eles são exigentes, tem as suas opiniões, tenho que respeitar, mas também sei dos meus valores, sei do que eu posso render, sei do que eu posso oferecer para o Atlético.

O zagueiro explicou o motivo de querer permanecer no Botafogo, mesmo sabendo que o Galo queria o seu retorno.

- Em um primeiro instante ficou público que eu queria permanecer no Botafogo, né? Mas deixei bem claro para o Rui, que se fosse para voltar, eu voltaria feliz. Sem problema algum. É um clube que me abriu as portas e quem sou eu para recusar de jogar no Galo. Eu não tenho esse poder, o Galo está acima de qualquer jogador, de todos- disse o defensor que tem contrato com o Atlético-MG até o fim de 2021.





Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também