Em resposta ao Corinthians, Boca repudia ato racista de torcedor na Neo Química Arena


O Boca Juniors se manifestou sobre o episódio envolvendo um torcedor da sua equipe detido por ter feito gestos racistas em direção a torcedores corintianos, na última terça-feira (26), durante a vitória do Corinthians sobre o clube argentino por 2 a 0, pela Copa Libertadores.

> GALERIA - Veja todos os técnicos estrangeiros do Timão na história
​> TABELA - Confira e simule todos os jogos da Libertadores
> GUIA - Tudo sobre o Timão na Libertadores

Em resposta à nota oficial do Timão no Twitter, sobre o caso, a conta oficial do clube xeneize expressou o repúdio à atitude do seu torcedor e disse que analisará possíveis sanções contra Leonardo Ponzo, autor dos atos, que foi solto na manhã desta quarta-feira (27), após pagar R$ 3 mil.

Após deixar o Departamento de Operações Policiais Estratégicas de São Paulo (Dope), onde passou a madrugada, Ponzo foi acompanhado pelo consultado argentina para deixar o Brasil.

Em uma rede social, outro torcedor do Boca Juniors, Nicolas Garay, publicou uma foto com Leonardo indicando estar na divisa entre São Paulo e Paraná e ironizando o ocorrido.

- Aqui não se passa nada – escreveu Garay, com a figura de um macaco ao lado, justamente animal imitado por Leonardo Ponzo, que o rendeu a detenção.

Leonardo Ponzo - Torcedor Racista Boca
Leonardo Ponzo - Torcedor Racista Boca

Após ser liberado, torcedor racista detido posou em foto com amigo ironizando situação (Foto: Reprodução)

No campo, o Corinthians venceu o Boca Juniors por 2 a 0, com dois gols sendo marcados pelo meia Maycon, e assumiu momentaneamente a liderança do grupo E da Copa Libertadores, com seis pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos