Em recuperação de edema, Rodrigo Caio chega a 40 jogos como desfalque no Flamengo por problemas médicos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


A importância de Rodrigo Caio dentro de campo contrasta com um longo histórico de problemas físicos. Desde que chegou ao Flamengo, em janeiro de 2019, o zagueiro é o jogador com mais passagens pelo departamento médico e assusta a torcida pela falta de sequência. Em recuperação de edema na panturrilha, ele será desfalque pelo terceiro jogo seguido e não enfrenta o Bahia, neste domingo, pela 12ª rodada do Brasileirão.

+ Poupar ou usar força máxima? Com Liberta na mira, Renato vive dilema nos primeiros dias de Flamengo

Nesta semana, o defensor já havia sido baixa nos duelos com a Chapecoense, pelo Brasileiro, e com o Defensa y Justicia, pelo jogo de ida das oitavas de final da Libertadores. Em situação delicada, Rodrigo Caio faz trabalhos de transição física no Ninho do Urubu (veja abaixo), mas não tem presença garantida na partida de volta contra o clube argentino, na próxima quarta-feira, em Brasília.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Dos 178 jogos oficiais do Flamengo desde o início de 2019, Rodrigo Caio participou de 106 e esteve ausente nos outros 72 - cerca de 40%. Se levarmos em consideração apenas as partidas em que o zagueiro foi desfalque por algum problema físico, clínico ou fisiológico, o Rubro-Negro não contou com o atleta em 39 ocasiões. O duelo contra o Bahia, domingo, é o 40º na lista.

+ VÍDEO: Gabigol posta comemoração do elenco após desembarque no Rio

Rodrigo Caio, no total, soma 10 episódios de problemas médicos no Flamengo (confira lista abaixo). O mais grave foi a contusão na panturrilha direita, que o fez perder oito jogos seguidos entre outubro e novembro de 2020. Em seguida, aparece a fibrose no músculo adutor da coxa direita, que o tirou de sete partidas entre abril e maio deste ano. Desde então, o zagueiro foi poupado de alguns duelos, mas vinha sendo importante para a melhora defensiva do Fla quando esteve em campo.

Rodrigo Caio - Flamengo
Rodrigo Caio - Flamengo

Último jogo de Rodrigo Caio foi contra o Atlético-MG (Alexandre Vidal/Flamengo)

Além dos casos mais graves, Rodrigo Caio sofre com pequenos problemas médicos e não consegue engatar uma grande sequência pelo Flamengo. Desde que chegou ao clube, o recorde de partidas seguidas do zagueiro é de 16 (entre a 3ª rodada da Taça Rio de 2020 até a 9ª rodada do Brasileirão de 2020). No ano mágico de 2019, ele também conseguiu sequências de 13 e 12 jogos.

Problemas médicos de Rodrigo Caio no Flamengo

1º) Concussão - 27/04/2019 a 08/05/2019 (2 jogos)

2º) Lesão no adutor e posterior da coxa esquerda - 28/07/2019 a 20/08/2019 (4 jogos)

3º) Corte profundo no joelho direito - 30/01/2020 a 13/02/2020 (3 jogos)

4º) Lesão no adutor da coxa esquerda - 19/02/2020 a 09/03/2020 (5 jogos)

5º) Covid-19 - 23/09/2020 a 02/10/2020 (2 jogos)

6º) Lesão na panturrilha direita - 30/10/2020 a 30/11/2020 (8 jogos)

7º) Lesão no adutor da coxa direita - 21/01/2021 a 12/02/2021 (4 jogos)

8º) Lesão no adutor da coxa direita - 25/02/2021 a 02/04/2021 (2 jogos)

9º) Fibrose no adutor da coxa direita - 17/04/2021 a 12/05/2021 (7 jogos)

10º) Edema na panturrilha direita - 11/07/2021 até hoje (2 jogos)

+ Flamengo em oitavo: veja a classificação completa do Brasileirão

Raio-X do Flamengo com Rodrigo Caio

Jogos - 106
Vitórias - 69
Empates - 21
Derrotas - 16
Aproveitamento - 72%
Gols sofridos - 100
Média de gols sofridos - 0,94
Jogos sem sofrer gol - 38 (36% dos jogos)

Raio-X do Flamengo sem Rodrigo Caio

Jogos - 72
Vitórias - 45
Empates - 15
Derrotas - 12
Aproveitamento - 69%
Gols sofridos - 75
Média de gols sofridos - 1,04
Jogos sem sofrer gol - 22 (30% dos jogos)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos