Em quarentena, meia brasileiro do CD Nacional trabalha parte física


Assim como a maioria das áreas da sociedade, o esporte também encara com as consequências do surto de coronavírus no planeta. Quase todos os campeonatos nacionais foram paralisados, como é o caso de Portugal, que adiou todos os jogos dos torneios. Mesmo sem atividades, alguns atletas não deixam de treinar em suas casas, esse é o caso do meia brasileiro Everton Kaká, atleta do CD Nacional. O jogador falou sobre sua rotina atual.

- O clube nos forneceu um plano de treinos para realizarmos individualmente em nossas casas e assim estamos podendo manter a forma. Claro que não é como os treinos normais no campo, mas dá para mantermos o condicionamento físico. Nosso elenco é muito unido e nos falamos direto. Estamos otimistas com toda esta situação para que o campeonato volte logo. Esperamos continuar líderes até o fim do torneio para sermos campeões e conseguirmos o acesso à primeira liga novamente - disse.

O CD Nacional é líder da segunda divisão de Portugal. O clube da Ilha da Madeira soma 50 pontos em 24 jogos na competição, dois a frente do vice-líder Farense. A última partida antes da paralisação ocorreu no dia 8 de março, na vitória por 3 a 1 sobre o Benfica B. Everton também comentou sobre a suspensão dos torneios.

- Penso que as paralisações são necessárias porque neste momento o mais importante é a saúde da população mundial em geral. É um momento de solidariedade. Temos que respeitar as recomendações das organizações de saúde para podermos ultrapassar isto o mais rápido possível. O esporte em geral, além da atividade física e econômica, de nada tem importância se não for um espetáculo com os espectadores a poderem desfrutar das modalidades que mais gostam - contou.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também