Em provocação a Adesanya, Jones diz que Anderson Silva é o maior peso-médio da história

Jon Jones tem alimentado uma rivalidade com Israel Adesanya – Diego Ribas

Jon Jones e Israel Adesanya não cansam em se alfinetar nas redes sociais. Após o atual campeão do peso-médio (84 kg) provocar o americano ao compará-lo com um personagem de uma série que era viciado em drogas, para afirmar que essa seria a imagem de ‘Bones’ quando ele falaria para seus futuros filhos, o detentor do título dos meio-pesados (93 kg) respondeu. E a rebatida contou com a citação de um brasileiro.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Para diminuir a importância de Adesanya na sua categoria, Jon Jones mencionou Anderson Silva ao afirmar que ele sim seria o maior lutador do peso-médio de todos os tempos. Amigo pessoal do brasileiro, ‘Bones’ sempre faz questão de exaltar os feitos de ‘Spider’ no UFC. O atleta tupiniquim continua sendo o maior lutador da divisão em questão de defesas de cinturão bem sucedidas. Ele conseguiu dez em sequência.

“Vou dizer aos meus filhos que Anderson Silva foi o maior peso-médio de todos os tempos”, escreveu.

I’m going to tell my kids Anderson Silva was the greatest middleweight of all time. #Facts

— Jon Bones Jones (@JonnyBones) November 22, 2019


Além disso, Jones respondeu um tuíte de um fã sobre a questão de sua luta contra Dominick Reyes, que está agendada para o dia 8 de fevereiro, no UFC 247. Questionado se essa questão com Adesanya poderia tirar a concentração do campeão para sua próxima defesa de título, ‘Bones’ foi direto.

“Confie em mim, estou focado em Dominick. É honestamente divertido brincar com o novato. Estou tendo uma noção desse humor brega da Nova Zelândia”, provocou o americano.

Trust me, I’m focused on Dominic. It’s honestly kind of fun playing with the newbie. I’m getting a sense for this corny New Zealand humor https://t.co/A3JgRWSZbW

— Jon Bones Jones (@JonnyBones) November 23, 2019


Enquanto Jones já tem um próximo adversário, Israel Adesanya ainda não sabe contra quem vai defender pela primeira vez o cinturão linear dos médios. Invicto na carreira após 18 lutas, o nigeriano vem de triunfo sobre Robert Whittaker, em outubro deste ano.

Leia também