Em partida com duas viradas, Joinville derrota o Atlético Tubarão

Na Arena, Joinville e Atlético Tubarão fizeram o jogo mais movimentado da 6ª rodada do Campeonato Catarinense. Com várias reviravoltas, o Coelho venceu de virada por 4 a 3. Alex Ruan, Aldair, Bruno Feliciano e Juninho marcaram para o JEC, enquanto Daniel Costa, Renteria e Rafael Ratão marcaram para o Peixe.

O Joinville segue na vice-liderança com 14 pontos, dois a menos que a líder Chapecoense, e enfrentará o Inter de Lages na próxima rodada. Enquanto o Tubarão seguiu em 5º com 7 pontos, e irá enfrentar o Criciúma fora de casa.

O Jogo

A primeira oportunidade foi do Joinville: quando Aldair cobrou falta com perfeição e a bola explodiu na trave. Depois, Breno pegou de primeira e contou com o desvio para quase abrir o placar pro Coelho. Depois de tanto pressionar, os donos da casa abriram o placar aos 27: Alex Ruan chutou forte, Luiz Carlos falhou e levou um frango, JEC 1 a 0.

O gol acordou o Tubarão que partiu em busca do empate e assustou após finalização de Ratão por cima do gol. No ataque seguinte, aos 32, veio o empate: após cruzamento de Marcos Vinícius, a bola sobrou para Renteria marcar seu 10º gol no estadual, 1 a 1. O gol deu uma esfriada na partida, mas antes do intervalo o Joinville voltou a liderar o placar: aos 40, Aldair aproveitou o erro da defesa para limpar o goleiro e marcar, 2 a 1.

No segundo tempo, a primeira chegada do Tubarão resultou em gol: aos 2 minutos, Daniel Costa recebeu um bom passe de Paulo Vinícius e bateu sem chances para Matheus, 2 a 2. O gol animou a equipe visitante que conseguiu a virada aos 8 minutos: Rafael Ratão fez boa jogada individual e chutou sem chances para o goleiro tricolor, 3 a 2.

O domínio do Peixe continuou e Ratão quase marcou o quarto após erro de Matheus, mas a bola saiu por cima do gol. A primeira chegada do Joinville foi aos 33 minutos, e saiu o empate: após jogada de Max, Bruno Feliciano jogou para o fundo do gol em seu primeiro toque na bola, 3 a 3.

O gol não assustou o Tubarão que seguiu buscando a vitória, mas Arilton perdeu grande chance de marcar o quarto. Aos 43, Juninho saiu na cara do gol mas parou em Luiz Carlos, no rebote o próprio atacante tocou com categoria para definir a vitória dos donos da casa, 4 a 3. Após o gol, o Peixe perdeu Paulinho após discussão com Caíque, e não conseguiu mais impedir a derrota.













E MAIS: