Em nota, CBF confirma que argentinos foram avisados de irregularidade em reunião

·1 minuto de leitura


A CBF publicou uma nota nesta segunda-feira em que busca informar que não interferiu para a participação dos jogadores argentinos no confronto deste domingo. A entidade também afirma que reuniu-se com a Anvisa e com a AFA antes do jogo.

Veja a tabela das Eliminatórias

Em nota, a CBF afirma que foi representada pelo Dr. Roberto Nishimura, Coordenador Operacional da Comissão Médica Especial na reunião deste sábado no hotel em que a Seleção Argentina estava hospedada. Na ocasião, representantes da entidade, da Vigilância de Saúde do Estado de São Paulo, do Ministério da Saúde, da Anvisa, da Conmebol e da Associação Argentina de Futebol discutiram a situação.

A CBF informa que "em nenhum momento houve qualquer manifestação por parte do representante da CBF às autoridades quanto à questão sanitária dos quatro atletas argentinos, seja no sentido de liberar ou de vetar sua participação no jogo".

- Nesta reunião, os representantes da Seleção Argentina foram informados de que havia uma irregularidade no ingresso dos jogadores, que eles deveriam ficar em quarentena e receberam a orientação das autoridades para solicitarem, junto aos órgãos competentes, a autorização especial para que os jogadores tivessem sua situação regularizada. Tratou-se de uma discussão técnica entre Anvisa, Ministério da Saúde e Associação Argentina - publicou a CBF.

Por fim, a Confederação Brasileira de Futebol ainda afirma que "foi sempre na tentativa de promover o entendimento entre as entidades envolvidas para que os protocolos sanitários pudessem ser cumpridos a contento e o jogo fosse realizado".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos