Em meio à crise do coronavírus, Oktoberfest anuncia que evento vai acontecer em São Paulo

Yahoo Notícias
Decisão de manter o festival se mostra contrária aos próprios organizadores da versão original da festa, que acontece em Munique, na Alemanha (Foto: Agência Brasil)
Decisão de manter o festival se mostra contrária aos próprios organizadores da versão original da festa, que acontece em Munique, na Alemanha (Foto: Agência Brasil)

Os organizadores da Oktoberfest em São Paulo anunciaram, nesta segunda-feira (29), que o evento irá acontecer em novembro deste ano em meio à crise do novo coronavírus. A última edição da festa, que é conhecida por celebrar a cultura alemã e ser destinada ao público que gosta de cerveja, na capital paulista ocorreu em 2019 em um clube de luxo na zona sul da cidade e teve ingressos que chegavam a custar até R$ 210.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

A decisão de manter o festival em São Paulo neste ano se mostra contrária aos próprios organizadores da versão original da festa, que acontece em Munique, na Alemanha. Em abril deste ano, as autoridades do país anunciaram que a festa programada para setembro e outubro de 2020 seria cancelada devido à pandemia do novo coronavírus. 

Em São Paulo, porém, os organizadores prometem que será diferente. “Para garantir a segurança do público e dos trabalhadores, a organização do evento criou um protocolo que promete a desinfecção diária do recinto nas áreas internas e externas antes da abertura do espaço até o encerramento da festa”, diz trecho do texto divulgado pela assessoria da Oktoberfest. Prometem ainda desinfectar calçados e mãos dos visitantes e medir a temperatura de todos na entrada. 

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

O embaixador da festa em São Paulo, Walter Cavalheiro Filho, afirma que a equipe estudou protocolos de segurança para tornar possível a realização do festival. “Queremos levar alegria e diversão para o público com responsabilidade", explica.

A versão catarinense da festa, famosa entre os frequentadores, também irá acontecer em novembro deste ano em Blumenau, em Santa Catarina, mesmo o prefeito da cidade ter suplicado para que os moradores obedecessem o isolamento social. Na semana passada, o município ultrapassou os 1,6 mil casos confirmados de Covid-19

 Leia também

Em São Paulo, na última sexta-feira, (26), o governador João Doria (PSDB-SP) anunciou que a capital paulista poderá permitir a reabertura de bares, restaurantes e salões de beleza a partir desta segunda-feira (29). 

O prefeito da cidade, Bruno Covas (PSDB-SP), no entanto, recebeu uma recomendação do comitê de saúde e disse vai esperar até a próxima sexta-feira (3 de julho) para avaliar se colocará a medida em prática no dia 6 de julho, uma segunda-feira.

Segundo último boletim divulgado pela Secretaria da Saúde de São Paulo, no domingo (28), a cidade registra 150.757 casos suspeitos e confirmados de Covid-19. São 7.037 mortes até agora.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também