Em julgamento do STJD sobre forma de pagamento a arbitragem, Bahia é absolvido

·1 min de leitura


O julgamento feito pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para avaliar a forma de pagamento da arbitragem que trabalhou no confronto do Brasileirão entre Bahia e Palmeiras aconteceu nesta terça-feira (9) onde o Esquadrão foi absolvido.

A acusação foi feita pelo próprio tribunal e se baseou na divergência de informações passadas pelas partes onde o valor em questão poderia não ter sido pago mesmo com a súmula registrando que houve a quitação.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Apesar da responsabilidade deste tipo de procedimento ser oficialmente da federação estadual onde ocorre a partida (neste caso da Federação Bahiana de Futebol), a legislação prevê responsabilidade do clube mandante do confronto onde ocorrer a suposta irregularidade como foi o caso do Bahia.

Na avaliação feita pelo STJD sobre o tema, a quitação dos valores no formato de cheques (modelo de pagamento preferencial por parte das equipes de arbitragem) não viola o Regulamento Geral de Competições pelo simples fato de não haver uma obrigatoriedade de seguir determinada forma de quitação dos valores em questão.

Sendo assim, o Esquadrão está livre de qualquer punição e segue sua campanha no Brasileirão sem maiores prejuízos com o próximo compromisso acontecendo na quinta-feira (11), diante do Flamengo, no Rio de Janeiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos