Em jogo truncado, Guarani fica no empate com Sampaio Corrêa

·3 minuto de leitura


Mais um jogo movimentou o Brasileirão Série B. Pela 13ª rodada, o Sampaio Corrêa foi até o Brinco de Ouro, em São Paulo, onde enfrentou o Guarani, nesta terça-feira. Apesar de pressão de ambos os lados, a partida ficou bastante equilibrada.

Depois da partida, o Guarani volta a se concentrar para a próxima rodada. Pela 14ª, encara o Vasco, no sábado, 24. O duelo acontece em São Januário. Enquanto isso, o Sampaio encerra os jogos da rodada diante o CRB, no domingo, 25, no Castelão, no Maranhão.

INÍCIO DEVAGAR E TRUNCADO
As duas equipes começaram o duelo se estudando bastante. Assim, poucas jogadas de perigo nos primeiros minutos aconteceram. A primeira chegada foi aos 7, quando Régis cruzou, e Bruno Sávio desviou de cabeça, mandando na trave. Na sequência, Rodrigo Andrada aproveitou o rebote e deu um belo chute, defendido pelo goleiro Mota.

Enquanto o Sampaio Corrêa se mostrava mais fechado e buscava o erro do adversário, o Bugre seguiu ofensivo, com cinco finalizações apenas nos primeiros 18 minutos. Os maranhenses não fizeram nenhuma.

TRANQUILIDADE E TENTATIVAS
O jogo seguiu com o mesmo panorama, com poucas jogadas sendo realmente perigosas. Assim, a primeira chegada do Sampaio Corrêa movimentou o jogo. Aos 32, após arrancada pelo meio, Jean Silva dominou e passou para Mauro Silva, que bateu de primeira. A bola foi para fora.

Para encerrar a primeira etapa, os donos da casa aumentaram a pressão e tiveram uma grande oportunidade aos 38. Régis invadiu a área pela direita, mandando uma bomba em direção ao gol dos maranhenses. Mota fez a defesa. Aos 44, Diogo Mateus avançou, centralizou e chutou forte, para nova defesa do goleiro adversário.

AINDA MAIS TRUNCADO
A volta do intervalo seguiu ainda mais truncada, com poucas chances de gol sendo criadas. Os 20 primeiros minutos da segunda etapa foi de jogadas falhas, com o Sampaio Corrêa bem mais fechado. Assim, o Guarani sofreu para conseguir encontrar algum espaço para atacar.

BUGRE SUPERIOR
O Guarani só foi encontrar um espaço aos 23. Em bola na área, a defesa do Sampaio acabou vacilando e deixou livre. Régis apareceu e chutou forte para boa defesa de Mota. Na sequência, Allan Victor chutou, mas apenas ganhou o escanteio para os paulistas.

Três minutos depois, os donos da casa tentaram com Régis, que cobrou escanteio. Thales desviou, mas Bruno Silva cabeceou para fora. Sem outros lances, a partida acabou no zero.

FICHA TÉCNICA
Guarani 0 x 0 Sampaio Corrêa
Local: Brinco de Ouro, em Campinas (SP)
Data/Horário: 20 de julho de 2021 (terça-feira), às 19h
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda
Assistentes: ​Silbert Faria Sisquim e Carlos Henrique Alves de Lima Filho
Cartões amarelos: Thales (Sampaio Corrêa)

Guarani: Gabriel Mesquita; Diogo Mateus, Thales, Titi (Índio, 36'/2ºT) e Bidu; Bruno Silva, Rodrigo Andrade, Bruno Sávio (Allan Victor, 19'/2ºT), Régis (Pablo, 36'/2ºT) e Júlio César (Andrigo, 11'/1ºT); Davó (Lucão do Break, 19'/2ºT). Técnico: Daniel Paulista.

Sampaio Corrêa: Mota; Luis Gustavo (Watson, 46'/2ºT), Paulo Sérgio, Nilson Júnior e Felipinho; Mauro Silva, Ferreira e Nadson (Gui Campana, 41'/2ºT); Roney (Romarinho, 36'/2ºT), Ciel (Jefinho, 0'/2ºT) e Jean Silva. Técnico: Felipe Surian.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos