Em jogo de seis gols, Cruzeiro e Guarani ficam empatados no melhor duelo da Série B 2020

Valinor Conteúdo´
·3 minuto de leitura


Em um jogo equilibrado, com muitas alternativas, Cruzeiro e Guarani empataram em 3 a 3, gols de Murilo Rangel, duas vezes, e Pablo para o Bugre, com Willian Pottker, Manoel e Wellinton anotando para a Raposa.

O duelo foi disputado nesta segunda-feira, 9 de novembro, no Mineirão, pela 21ª rodada do campeonato que já está no segundo turno.

A incrível partida de seis gols teve muita força dos ataques e defesas mais frágeis, o que permitiu não só muitas bolas nas redes, mas outras tantas chances do placar ficar ainda maior.

O resultado deixou o Cruzeiro na 15ª posição, com 24 pontos, enquanto o Guarani está em 13º , com 25 tentos anotados na classificação da Série B.

Chuva de gols no Mineirão

Para quem não torce nem para o Cruzeiro, nem para o Guarani, foi uma noite de muitas bolas nas redes. Ataques consistentes e defesas vulneráveis. Destaque para Murilo Rangel, que deixou sua marca duas vezes na partida.

Defesa do Cruzeiro em pane e um Guarani bem articulado

A noite de muitos gols no Mineirão teve dois motivos: o péssimo desempenho da defesa da Raposa. Os volantes protegeram pouco as subidas dos laterais, que não conseguiam recompor a defesa, permitindo muitos espaços ao Bugre. Patrick Brey teve atuação apagada e só acertou o cruzamento do terceiro gol celeste.

O outro motivo para o espectador da partida ficar atento às bolas nas redes celestes foi a boa articulação do ataque do Guarani. O time paulista trabalhou bem a bola, fez triangulações, entrando com facilidade na defesa mineira.

Expulsão injusta de Pottker, mas amarelo poderia ser evitado

Willian Pottker não estava mal na partida, tendo feito um dos gols do Cruzeiro. Porém, sua expulsão não correta, já que não acertou Bidu, que enganou a arbitragem. Todavia, três minutos antes, o jogador da Raposa levou um cartão amarelo que poderia ser evitado.

Bom teste para o time que mostrou poder de reação

Apesar das várias falhas defensivas, o Cruzeiro passou por um bom teste diante do Guarani. Sempre esteve atrás no placar e conseguia reagir, mostrando que vontade e raça não andam em falta na equipe.

Felipão tem razão: tranquilidade só quando risco de queda acabar

O treinador do Cruzeiro evitou euforia ou “oba-oba” após a vitória sobre o Botafogo-SP, pois em sua visão(correta, por sinal), a Raposa ainda está lutando para não cair. Somente quando atingir pontuação que lhe garanta a permanência na Série B de 2021.

Há uma evidente melhora na equipe, mas mais visível que vários defeitos vistos com Enderson Moreira e Ney Franco, persistem, principalmente no setor defensivo, que em alguns lances “marca” a bola e não o adversário.

No dia do aniversário do treinador, que completou 72 anos, a Raposa não soubre presentear o seu comandante.

Próximos jogos

O Cruzeiro joga no dia 20 de novembro, sexta-feira, às 21h30, no Mineirão, contra o Figueirense. Já o Bugre terá pela frente o Botafogo-SP, no Brinco de Ouro da Princesa, também na sexta-feira, 20, mas às 19h15.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 3 x 3 GUARANI
Data-Horário: 9 de novembro, às 20h
Estádio-Local: Mineirão, Belo Horizonte(MG)
Árbitro: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)
Assistentes: Silbert Faria Sisquim e Thiago Rosa de Oliveira(Ambos do RJ)
Cartões amarelos: Willian Pottker(CRU), Cristovam(GUA), Felipe Machado(CRU)
Cartões vermelhos: Willian Pottker(CRU)

Gols: Murilo Rangel, aos 14’-1ºT(0-1), Manoel, aos 20’-1ºT(1-1), Pablo, aos 38’-1ºT(1-2), Willian Pottker, aos 44’-1ºT(2-2), Murilo Rangel, aos 5’-2ºT(2-3), Wellinton, aos 35’-2ºT(3-3)


Cruzeiro: Fábio, Raul Cáceres, Cacá, Manoel e Patrick Brey; Ramon e Jadsom; Régis(Wellinton, aos 19’-2ºT), Airton, Pottker e Sassá(Thiago, aos 25’-2ºT). Técnico: Luiz Felipe Scolari


Guarani: Gabriel Mesquita, Cristovam(Eliel, aos 33’-2ºT), Victor Ramon, Wálber e Bidu; Bruno Silva(Matheus Souza, aos 43’-2ºT), Lucas Crispim, Murilo Rangel(Marcelo, aos 33’-2ºT) e Pablo; Renanzinho(Giovanny-intervalo) e Bruno Sávio(Alemão, aos 43’-2ºT). Técnico: Felipe Conceição