Em jogo do Paulistão, árbitro se emociona com estreia na elite

Futebol Latino
·1 minuto de leitura


Diante de um ambiente de tamanha pressão para todos os envolvidos no futebol, o árbitro é um dos mais visados (e geralmente criticados) na partida.
Porém, a noite do jovem Fabiano Monteiro dos Santos foi apenas de boas e emocionantes recordações na noite dessa quinta-feira (4) no confronto entre Ponte Preta e Santo André pela segunda rodada do Paulistão.

Com apenas 23 anos de idade, o árbitro fazia a sua primeira partida em uma competição de elite e foi constantemente elogiado pelo comentarista de arbitragem Sálvio Spínola.

Ao término do compromisso e imediatamente após o apito final, o árbitro não segurou a emoção e chorou bastante ainda dentro do gramado do Moisés Lucarelli, chegando a ser consolado pelos assistentes e sendo bastante cumprimentado por jogadores que estavam próximos.

Como resultado, o Ramalhão venceu a Macaca por 1 a 0 com um golaço do meia Gegê e assumiu a liderança do Grupo A do Campeonato Paulista com quatro pontos ganhos. O time de Campinas, com a derrota, ficou com uma unidade e em terceiro no Grupo B.