Em jogo movimentado, Botafogo vence RB Bragantino e segue na 'caça' por vaga na Liberta


O Botafogo reencontrou o caminho das vitórias no Nilton Santos e, além disso, deu um salto no seu sonho de obter uma das vagas para a Copa Libertadores. Em um jogo intenso, a equipe contou com os gols de Gabriel Pires e Tchê Tchê para bater o RB Bragantino por 2 a 1 pelo Brasileirão, nesta quarta-feira (26). Luan Cândido marcou para a equipe de Bragança Paulista.

Com o triunfo, os Alvinegros foram a 47 pontos e à oitava colocação momentaneamente. Já o Bragantino estacionou nos 43 pontos. Na próxima terça-feira (1), o Glorioso volta ao Nilton Santos para medir forças com o Cuiabá pela 35ª rodada da competição, às 20h. Enquanto isso, o Massa Bruta encara o Avaí às 19h, na Ressacada, na quarta-feira (2).

FORTE INÍCIO DO ALVINEGRO

A equipe carioca não demorou a mostrar sua postura incisiva. Jeffinho lançou, e Júnior Santos mandou rente à trave. Em seguida, o camisa 37 avançou e encheu o pé, obrigando Cleiton a fazer a defesa. Tiquinho Soares entrou em cena, driblou o goleiro e finalizou, só que a zaga do Massa Bruta salvou.

GOL (MUITO) CHORADO

O Botafogo lutou até, enfim, balançar a rede. Após cobrança de escanteio, Victor Cuesta cabeceou para a defesa de Cleiton. Na sequência, Tiquinho Soares tirou do goleiro e desviou a bola na trave. No rebote, Gabriel Pires surgiu e concluiu para a rede aos 17.

Diante de um adversário pouco criativo, o Glorioso ainda tentou investidas com Jeffinho e Tiquinho, mas não conseguiu ampliar o marcador.

BRAGANTINO IGUALA

O Alvinegro chegou a manter seu ímpeto nos primeiros minutos da segunda etapa, com investidas de Júnior Santos e Jeffinho. Mas, aos poucos, a equipe de Maurício Barbieri foi aproveitando as brechas deixadas na área e chegou ao empate. Após cruzamento da direita, Luan Cândido aproveitou hesitação de Adryelson e chutou sem chances para Gatito.

TCHÊ TCHÊ GARANTE A VITÓRIA

O gol deixou a partida ainda mais equilibrada. Jeffinho exigiu Cleiton em tentativa da entrada da área. Do lado do RB Bragantino, houve chance com Helinho. Além disso, as bolas aéreas obrigaram Adryelson a se desdobrar na zaga.

O Botafogo precisou de sangue jovem para conduzi-lo à vitória. Lançado no lugar de Victor Sá, Patrick de Paula avançou pela direita e cruzou para a área. Tchê Tchê surgiu entre os zagueiros e estufou a rede aos 25. O RB Bragantino ainda esboçou uma reação, mas os alvinegros aos poucos controlaram o jogo e fizeram as pazes com a vitória.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 2x1 RB BRAGANTINO

Data: 26 de outubro de 2022 (quarta-feira)
Hora: 19h30 (de Brasília)
Estádio: Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Dyorgines Jose Padovani de Andrade (ES)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa/BA) e Fabiano da Silva Ramires (ES)
Árbitro de vídeo - VAR: Rodrigo D'Alonso Ferreira (SC)

Cartões amarelos: Gabriel Pires (BOT), Lomónaco (RBB)
Gols: Gabriel Pires, 17/1T (1-0), Luan Piazon, 16/2T (1-1) e Tchê Tchê (2-1)


BOTAFOGO (Técnico: Luís Castro)

Gatito Fernández; Daniel Borges, Adryelson, Cuesta e Marçal; Tchê Tchê, Gabriel Pires, Jeffinho (Lucas Piazon, 31/2T) e Victor Sá (Patrick de Paula, 22/2T); Júnior Santos (Diego Gonçalves, 43/2T) e Tiquinho Soares.


RB BRAGANTINO (Técnico: Maurício Barbieri)

Cleiton; Aderlan, Lomónaco, Natan e Luan Cândido; Jadsom (Hyoran, intervalo), Raul e Lucas Evangelista (Gabriel Novaes, 30/2T); Artur, Helinho (Sorriso, 17/2T) e Popó (Carlos Eduardo, 30/2T).

Botafogo x RedBull Bragantino
Botafogo x RedBull Bragantino

Jogadores do Botafogo comemoram o gol de Tchê Tchê (Foto: Vitor Silva /BFR)