Em jogo eletrizante e com gols no fim, Goiás e América-MG ficam no empate pelo Brasileirão

Aloísio e Wellington Paulista marcaram para o Coelho, Vinícius e Diego empataram para o Esmeraldino - (Foto: Estevão Germano/América-MG)


Dois para cada um. Pela 34ª rodada do Brasileirão, Goiás e América-MG ficaram no empate por 2 a 2, na Serrinha, em Goiânia. O resultado faz com que o Coelho permaneça na décima colocação, com 46 pontos. Já o Esmeraldino ganha uma posição, e chega ao 13º lugar.

Durante a primeira etapa, o Coelho foi melhor e construiu as melhores oportunidades, mas esbarrou em uma boa atuação do goleiro Tadeu, que fez boas intervenções, em finalizações de Juninho e Matheusinho.

O Esmeraldino, por sua vez, apostava em uma postura reativa, mas raramente levou perigo, a não ser em um cabeceio de Pedro Raul, que passou à direita de Cavichioli. Mesmo na condição de mandante, o Goiás não retinha a posse da bola, e encontrava dificuldades.

No fim do primeiro tempo, o América-MG ainda perdeu Everaldo, lesionado - Aloísio foi acionado por Vagner Mancini. Vale ressaltar que essa pode ser segunda contusão quase que consecutiva do atacante, que havia se recuperado de uma tendinite na coxa esquerda.

Para o segundo tempo, Jair Ventura, técnico do Goiás, optou por uma mudança tática: com a saída de Maguinho e a entrada do atacante Nicolas, o volante Diego passou a ser improvisado na lateral-direita. Além disso, naturalmente, o Esmeraldino passou a ser dois centroavantes.

Apesar da maior ofensividade goiana, foi o time mineiro que encontrou um gol, marcado por Aloísio, de pênalti. Mas, logo na sequência, um banho de água fria no Coelho, com o empate, decretado por Vinícius, que marcou seu segundo gol nos últimos dois jogos.

A partir daí, uma partida movimentada, mas sem muitas finalizações até a reta final. Já nos acréscimos, dois gols: Wellington Paulista para o América-MG e Diego para o Goiás.

Um jogo eletrizante e legal em Goiânia, o qual nenhum dos times abdicou de jogar. No fim, um resultado justo para dois bons times. O "gosto" de derrota foi do Coelho, que cedeu o empate há dois minutos do fim.

PRÓXIMOS COMPROMISSOS:

No Brasileirão, enquanto o Goiás recebe o Corinthians no próximo sábado, o América-MG encara o Internacional, na próxima quarta-feira, no Independência, em Belo Horizonte.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA:

GOIÁS 2x2 AMÉRICA-MG

Data: 26 de outubro de 2022 (quarta-feira)
Horário: 21h45 (de Brasília)
Local: Estádio Hailé Pinheiro (Serrinha), Goiânia (GO)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (FIFA-RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Daniel do Espírito Santo Parro (ambos do RJ)
Árbitro de vídeo - VAR: Daniel Nobre Bins (VAR-FIFA-RS)
Cartões amarelos: Maguinho (GOI), Matheusinho (AME), Auremir (GOI), Aloísio (AME), Patric (AME),
Gols marcados: Aloísio, aos 15'/2ºT (0-1), Vinícius, aos 17'/2ºT (1-1), Wellington Paulista, aos 44'/2ºT (1-2) e Diego, aos 49'/2ºT (2-2)

GOIÁS (Técnico: Jair Ventura)

Tadeu; Maguinho (Nicolas-intervalo), Caetano, Lucas Halter e Hugo (Danilo Barcelos, aos 45'/2ºT); Auremir (Matheus Sales, aos 30'/2ºT), Diego e Caio Vinicius (Felipe Bastos, aos 45'/2ºT); Dadá Belmonte (Pedro Junqueira, aos 30'/2ºT), Vinícius e Pedro Raul.

AMÉRICA-MG (Técnico: Vagner Mancini)

Matheus Cavichioli; Raúl Cáceres, Germán Conti, Éder e Danilo Avelar (Patric, aos 40'/2ºT); Juninho, Alê e Matheusinho (Arthur, aos 40'/2ºT); Felipe Azevedo (Índio Ramírez, aos 40'/2ºT), Everaldo (Aloísio, aos 36'/2ºT) e Gonzalo Mastriani (Wellington Paulista, aos 28'/2ºT).