Em jogo controlado, Palmeiras vence Juazeirense pela estreia na Copinha

Ruan Ribeiro cobrou o pênalti que deu números finais à partida (Foto: Fabio Menotti/Palmeiras)


O Palmeiras venceu a Juazeirense-BA por 2 a 0 em sua estreia pela Copa São Paulo de Futebol Júnior. Com gols marcados por Pedro Lima e Ruan Ribeiro, aos 11 e 19 minutos do primeiro tempo, os atuais campeões da competição aproveitaram o resultado para controlar o jogo e rodar seu elenco.

O fato curioso fica pelo atraso da partida em cerca de 20 minutos após queda de energia no estádio Anísio Haddad, em São José do Rio Preto-SP. Dessa forma, a partida que deveria ter início às 19h30 (de Brasília), começou apenas às 19h50.

O próximo confronto do Palmeiras na Copinha está marcado para o dia 6, sexta-feira, às 19h30 (hora de Brasília), diante do América-SP, que perdeu a partida de estreia. A Juazeirense-BA, por sua vez, volta a campo às 17h15 (de Brasília), no mesmo dia 6, diante do Rio Preto, que venceu a primeira partida por 1 a 0.


+ Mercado da Bola: veja as últimas movimentações do seu clube
+ Veja os maiores jejuns dos clubes na Copinha
+ Conheça promessas dos grandes clubes brasileiros na Copinha

VERDÃO SE IMPÕE NO INÍCIO
Justificando seu favoritismo, os atuais campeões da Copinha tentaram controlar a partida através da posse desde o início. Explorando muito as jogadas individuais de seus pontas, Luís Guilherme pelo lado direito e Kevin pelo lado esquerdo, o Palmeiras levava perigo através de cruzamentos da linha de fundo.

PEDRO LIMA ABRE O PLACAR
E foi com as jogadas pelos lados que o Alviverde abriu o placar: aos 11 minutos, Luís Guilherme passou por dois pelo lado direito do ataque e cruzou, de perna esquerda, em direção ao gol para o desvio de Pedro Lima.

PÊNALTI PARA O PALMEIRAS
Com vantagem no placar, o Palmeiras continuava controlando a posse de bola, embora a grama alta tenha prejudicado a velocidade na circulação da bola. Mesmo assim, o Palmeiras conseguiu chegar à área da Juazeirense. Em em desses lances, o zagueiro Henri deu um passe que achou David Kauã por dentro. Na jogada individual, David sofreu uma carga pelas costas e o árbitro marcou pênalti. Ruan Ribeiro bateu forte no canto direito do goleiro e ampliou o marcador.

JUAZEIRENSE ASSUSTA
​Em desvantagem no placar, a equipe baiana saiu mais para o jogo. Os zagueiros do Palmeiras saiam à caça a todo instante e deixavam espaços nas suas costas. Em um desses momentos, aos 21 minutos da primeira etapa, Diego Costa sofreu um 'trança pé' de Léo, volante do Palmeiras. O árbitro Ronald Araujo assinalou a penalidade máxima. Com paradinha, o próprio Diego cobrou, fraquinho no canto esquerdo, nas mãos do goleiro Aranha.

DEFESAÇA DE VINNICIUS
As duas equipes voltaram para o segundo tempo com as mesmas equipes, mas os treinadores começaram a fazer suas trocas logo aos 12 minutos. Com as alterações, as equipes foram ficando desfiguradas e o ritmo da partida caiu. Ainda assim, Luis Guilherme teve uma chance claríssima, defendida pelo goleiro Vinnicius, aos 14 minutos, após rebatida errada da zaga adversária.

ESTREIA DO 'MESSINHO'
Uma das grandes promessas do Verdão para a próxima temporada, o atacante Estevão, conhecido como 'Messinho', entrou em campo aos 34 do segundo tempo. Com aproximadamente 15 minutos em campo, a jóia aproveitou para prender a bola e tentar algumas jogadas individuais, mas o ritmo lento da partida e a grama alta não favoreceram sua atuação.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 2x0 JUAZEIRENSE-BA


Data e hora: 3 de janeiro de 2022, às 19h30
Estádio: Anísio Haddad, em São José do Rio Preto (SP)
Árbitro: Ronald Horns Araujo
Assistentes: Ricardo Luis Buzzi e João Messias da Silveira
Assistente de vídeo: Claudio Roberto da Costa
Cartões Amarelos: Vitor André (21'/2T) e Estevão (45'/2T) para o Palmeiras / Peterson (35’/1T), Emerson (08’/2T), Léo Bahia (24'/2T), Lucas Serravale (36'/2T) e Thiago Rafael (47'/2T) para a Juazeirense
Cartões Vermelhos: não houve
Gols: Pedro Lima (11'/1T) (1-0) / Ruan Ribeiro (19'/1T) (2-0) /


PALMEIRAS (Técnico: Paulo Victor Gomes)
Aranha; Gilberto (Estevão 34'/2T), Henri, Talisca, Ian; Léo (Vitor André 12'/2T), Pedro Lima, Luís Guilherme (Wendell 19'/2T)); David Kauã (Patrick 34'/2T), Ruan Ribeiro (Edney 12'/2T)) e Kevin (Kauan Santos 19'/2T)

JUAZEIRENSE (Técnico: Rodrigo Guimarães)
Vinnicius; Jô (Marcel 26'/2T), Diego Mota, Peterson, Pablo (Camarão 12'/2T); Emerson (Marlon 32'/2T), Léo Bahia, Ramón (João Luiz 32'/2T), Thiago Raphael; Diego Costa (Lucas Serravale 26'/2T) e Thiago Henrique (Dieguinho 12'/2T)