Em jogo com recorde de Cano, Fluminense goleia o Goiás e entra de vez na briga pelo vice do Brasileirão


A festa foi completa para os tricolores no último jogo da equipe no Maracanã em 2022. Em um segundo tempo no qual deslanchou, o Fluminense goleou o Goiás por 3 a 0 nesta quarta-feira (9), pela trigésima-sétima rodada do Brasileirão, com direito a recorde de Germán Cano e gols também de Alan e Michel Araújo.

+ Confira a classificação atualizada do Brasileirão

A equipe chega a 67 pontos e, em terceiro, está a três do vice-líder Internacional. O Fluminense volta a campo no domingo (13), às 16h, para enfrentar o RB Bragantino no Nabi Abi Chedid. O Corinthians ficou de fora da briga ao empatar em 2 a 2 com o Coritiba. Já o Goiás estacionou nos 46 pontos e encerra sua temporada encarando o São Paulo no domingo (13), às 16h, no Hailé Pinheiro.

PRESSÃO TRICOLOR E... NADA DE GOLS!

O Fluminense não demorou a se lançar à frente e a elencar uma série de oportunidades. Yago Felipe, Jhon Arias e Ganso exigiram grandes defesas de Tadeu. Arias e Samuel Xavier conseguiram investidas pela direita, mas se atrapalharam na pontaria em alguns momentos.

O Goiás lutava como podia para frear o ímpeto tricolor. Porém, viu Pedro Raúl assustar Fábio em duas finalizações. A equipe das Laranjeiras aos poucos foi tropeçando em erros primários. À exceção de um passe de Yago no qual Tadeu teve de se antecipar a Cano, os comandados de Fernando Diniz não acharam caminhos para tirar o zero do placar.

QUE CONFUSÃO...

O bate-boca entre Ganso e Dadá Belmonte no primeiro tempo (que causou amarelo para ambos e também para o técnico Fernando Diniz) deu o que falar. A troca de farpas prosseguiu na volta do intervalo até ter um fim amargo para o atleta esmeraldino: Dadá Belmonte cometeu uma falta dura no camisa 10 tricolor e acabou expulso.

GOIÁS: DA PRESSÃO À RETRANCA

A equipe de Jair Ventura voltou do intervalo mais impetuosa. Após cobrança de escanteio, Pedro Raúl subiu mais do que a zaga e tirou tinta da trave de Fábio. Apodi e Maguinho assustaram em investidas mas, em especial após ficarem com um a menos, os esmeraldinos se retraíram de vez.

CHEGA AO RECORDE "BRINCANO"

Com um latifúndio para atacar, o Fluminense voltou a criar chances. Um cruzamento de Alexsander não encontrou ninguém. Em seguida, Matheus Martins e Nathan desperdiçaram oportunidades.

Só que a noite reservava a consagração dele. Aos 32 minutos, Matheus Martins cruzou e Germán Cano surgiu entre os zagueiros para estufar a rede. O camisa 14 marcou seu gol de número 43 na temporada de 2022, igualando recorde de Neymar, em 2012, e Gabigol, em 2019. Além disto, o argentino chegou ao seu gol de número 25 no Brasileirão.

GOLEADA PARA COROAR A FESTA!

O esperado gol embalou os tricolores. Em nova investida, Michel Araújo foi até a linha de fundo e cruzou. Coube a Alan concluir para a rede. No finzinho, Matheus Martins se desvencilhou da marcação e alçou. Michel Araújo estufou a rede e, após a espera causada pelo VAR, o gol foi confirmado. Uma despedida de temporada melhor do que esperava em jogos diante da torcida tricolor. E que venha o jogo contra o RB Bragantino!

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 3 x 0 GOIÁS

Data e hora:
9 de novembro de 2022, às 19h
Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
​Árbitro: Paulo César Zanovelli da Silva (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa/MG) e Fernanda Nândrea Gomes Antunes (Fifa/MG)
VAR: Daiane Caroline Muniz dos Santos (Fifa/SP)
Renda/ Público: R$ 905,535,00/ 33.712 pagantes (35.410 presentes)

Cartões amarelos: Paulo Henrique Ganso, Fernando Diniz, Samuel Xavier, Wellington (FLU), Pedro Raúl e Dadá Belmonte (GOI)

Cartões vermelhos: Dadá Belmonte e Fellipe Bastos (GOI)

Gols: Germán Cano, 32/2T, Alan, 37/2T (2-0) e Michel Araújo, 45'/2°T (3-0)

FLUMINENSE (Técnico: Fernando Diniz)

Fábio; Samuel Xavier, Nino, Manoel (Nathan, 11/2T) e Alexsander; Martinelli (Alan, 31/2T), Yago Felipe (Matheus Martins, intervalo), André e Ganso (Michel Araújo, 36/2T); Arias e Germán Cano (Felipe Melo, 36/2T).

GOIÁS (Técnico: Jair Ventura)

Tadeu; Maguinho, Lucas Halter, Reynaldo e Sávio (Apodi, intervalo); Auremir (Marquinhos Gabriel, 35/2T), Matheus Sales, Diego, Dadá Belmonte e Luan Dias (Fellipe Bastos, intervalo); Pedro Raúl (Nicolas, 34/2T).

Fluminense x Goiás
Fluminense x Goiás

Cano marcou mais um em vitória do Fluminense sobre o Goiás (Foto: MARCELO GONÇALVES / FLUMINENSE FC)