Em jogo de cinco gols e VAR ativo, Avaí derrota o Goiás pelo Brasileirão

·3 min de leitura


Na Ressacada, o Avaí conseguiu derrotar o Goiás por 3 a 2, em jogo recheado de polêmicas e belos lances, nesta segunda-feira, pela terceira rodada do Brasileirão. Com o triunfo, o Leão ficou na 6ª posição, com 6 pontos. O Esmeraldino é o 18º, com apenas 1 ponto.

CALENDÁRIO

Na próxima rodada, o Avaí mede forças com o Internacional, no Beira-Rio. O Goiás tenta a recuperação diante do Atlético-MG, na Serrinha.

PRESSÃO E GOL DO AVAÍ

O Avaí iniciou a partida em alta velocidade. Se o grito de gol ficou preso em finalização de Bruno Silva, ele saiu com Morato, que aproveitou a falha da zaga do Goiás em cruzamento de Muriqui e estufou a rede de Tadeu.

Avaí x Goiás
Avaí x Goiás

Avaí venceu o Goiás com um a menos (Foto: Frederico Tadeu / Avaí F.C.)

PÊNALTIS ANULADOS

Com a necessidade de furar a retranca do Leão e buscar o empate, o Goiás explorava Apodi. Por duas vezes o jogador foi derrubado fora da área e o árbitro marcou pênalti. O VAR entrou em ação nas duas oportunidades e corrigiu o erro de Antonio Dib Moraes de Sousa ao corrigir as marcações.

EXPULSÃO

Ainda na primeira etapa, Morato pisou em Dadá Belmonte e levou cartão vermelho, o que fez o Goiás ficar em vantagem numérica.

TRAVE

A melhor oportunidade do time esmeraldino veio na bola parada. Após levantamento na grande área, Pedro Raul cabeceou e Douglas conseguiu desviar a bola, que pegou na trave e a zaga do Avaí afastou.

CONTRA-ATAQUE MORTAL

Assim como na etapa inicial, os últimos 45 minutos finais começaram em alta velocidade para o Avaí. Mesmo com um a menos, Eduardo cortou o passe de Elvis e tocou para Bissoli. O atacante mostrou oportunismo e bateu no canto de Tadeu, 2 a 0.

PÊNALTI POLÊMICO E GOL DO AVAÍ

Melhor em campo, o Avaí chegou a mais um gol cercado de polêmica. Felipe Bastos tromba Raniele na lateral da grande área e o juiz deu pênalti. Na cobrança, Muriqui deslocou Tadeu e saiu para comemorar, 3 a 0.

GOIÁS DESCONTA

Sem encaixar o seu jogo coletivo, o Goiás conseguiu entrar de novo na partida através da bola parada. Elvis levantou, Douglas rebateu e Pedro Raul mandou o rebote para dentro da rede, 3 a 1.

PRESSÃO E GOL DO GOIÁS

Assim que obteve o seu primeiro gol, o Verdão colocou pressão em cima do Avaí e criava chances de gols. Em lance de muita confusão dentro da área, Luiz Felipe foi derrubado na área e o juiz deu pênalti. Na cobrança, Elvis bateu no canto de Douglas, 3 a 2.

MILAGRE DE DOUGLAS

Nos minutos finais, o Goiás se lançou de vez ao ataque e teve a bola do jogo com Nicolas. No cruzamento, o atacante cabeceou e Douglas fez milagre para espalmar a bola.

AVAÍ 3 X 2 GOIÁS
Local:
Ressacada, Florianópolis (SC)
Data-Hora: 25/4/2022 – 20h
Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI)
Assistentes: Rogério de Oliveira Braga (PI) e Márcio Iglésias Araújo Silva (PI)
VAR: Wagner Reway (PB)
Público/renda: pagantes/R$
Cartões amarelos:
Douglas, Lucas Ventura, Dentinho (AVA), Felipe Bastos, Maguinho, Matheus Sales, Luan (GOI)
Cartões vermelhos: Morato (AVA)
Gols: Morato (3’/1ºT), Bissoli (5’/2ºT), Muriqui (16’/2ºT); Pedro Raul (30’/2ºT) Elvis (42’/2ºT)

AVAÍ: Douglas; Kevin (Matheus Ribeiro, aos 28/2ºT), Bressan, Arthur Chaves e Cortez; Raniele, Bruno Silva e Eduardo (Lucas Ventura, aos 36/2ºT); Morato, Muriqui (Dentinho, aos 28/2ºT) e Bissoli (Rômulo, aos 22/2ºT). Técnico: Eduardo Barroca.

GOIÁS: Tadeu; Maguinho (Elvis, aos 31/2ºT), Da Silva, Reynaldo e Danilo Barcelos (Hugo, aos 36/2ºT); Felipe Bastos (Luan, aos 18/2ºT), Matheus Sales (Nicolas, aos 18/2ºT), Diego, Apodi e Dadá Belmonte (Luiz Felipe, aos 36/2ºT); Pedro Raul. Técnico: Jair Ventura.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos