Em início de trabalho, Marcão promove mudanças no elenco e melhora desempenho do Fluminense

·2 minuto de leitura


Ainda não é possível fazer muitas afirmativas sobre o Fluminense de Marcão. No comando há apenas três jogos, ele liderou o elenco em duas rodadas do Brasileirão e uma partida da Copa do Brasil. Porém, mesmo com uma equipe ainda desfalcada, o novo técnico já promoveu mudanças no time, que se afastou do Z4 e agora se prepara para lutar pela oitava colocação na Série A em caso de vitória na partida adiada contra o Juventude.

Após a eliminação da Libertadores para o Barcelona-EQU, Marcão assumiu o Fluminense pela terceira vez em sua carreira. O desafio era claro: avançar na Copa do Brasil, em duelos com o Atlético-MG, e buscar a recuperação no Brasileiro.

Alheio às opiniões externas, escalou Lucca no lugar de Gabriel Teixeira logo de primeira. O jogador não vinha tendo muitas oportunidades, e praticamente só atuou quando titulares foram poupados. Outra mudança significativa ocorreu no meio-campo, setor em que colocou três volantes, dando espaço a André, que vivia a mesma situação do atacante.

> Confira a classificação da Série A do Brasileirão

Na última rodada, Marcão também escalou Jhon Arias, que fez sua estreia como titular e contribuiu para uma equipe mais ofensiva. Nonato, que veio emprestado pelo Internacional, foi outro reforço utilizado pelo técnico. A nova configuração do elenco logo se mostrou eficaz. Os jogadores 'promovidos' contribuíram para o desempenho do grupo, tanto em atuações, como com um gol, no caso de Lucca.

Buscando propor mais o jogo e depender menos dos contra-ataques, o Fluminense apresenta mais agilidade e controle do jogo. Evidentemente, ainda há um longo caminho a ser percorrido, como o próprio Marcão destaca.

- A gente quer uma equipe aguerrida, lutando por todas as bolas do início ao fim, essa é a nossa marca. Lógico que a gente quer um time que jogue apoiado, mas com transição e velocidade. Nós fizemos alguns desses movimentos no treinamento, e vamos treinar para chegar nesse nível - disse o técnico após o jogo contra o Bahia.

Mesmo com muito trabalho pela frente, Marcão já demonstra estar imprimindo sua marca na equipe, que respondeu rapidamente. Após os jogos contra o Atlético-MG e Bahia, o Fluminense quebrou a sequência sem vencer e agora encara adversários diretos na tabela. Com 21 pontos, subiu para o 13° lugar.

- Esse é o espírito do Marcão, da equipe do Marcão. Entregar tudo para, independente de resultado, poder dizer que deu tudo de si. Mas quando se faz isso, a chance da vitória fica muito próxima - afirmou o técnico tricolor.

Se vencer o próximo duelo, o time pode chegar à oitava posição na tabela e voltar a sonhar em fazer um segundo turno consistente. Na quinta-feira, o Fluminense encara o Juventude, às 19h, no Maracanã, em jogo válido pela 14ª rodada do Brasileirão.

*Estagiária sob a supervisão de Hugo Mirandela

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos