Em estreia de Jesualdo, Santos fica no empate com Red Bull Bragantino

Folhapress
Santos (SP), 23.01.2020 - Santos-Bragantino - O jogador Luiz Felipe. Partida entre Santos e Bragantino valida pela 1. rodada do Campeonato Paulista nesta quinta-feira (23) no estadio da Vila Belmiro em Santos. (Foto: Guilherme Dionizio/Código 19/Folhapress)
Santos (SP), 23.01.2020 - Santos-Bragantino - O jogador Luiz Felipe. Partida entre Santos e Bragantino valida pela 1. rodada do Campeonato Paulista nesta quinta-feira (23) no estadio da Vila Belmiro em Santos. (Foto: Guilherme Dionizio/Código 19/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Na estreia do técnico português Jesualdo Ferreira, 73, o Santos não passou de um empate sem gols com o Red Bull Bragantino, na Vila Belmiro, em duelo pela primeira rodada do Campeonato Paulista.

Apesar de as duas equipes apostaram em jogadas de velocidade durante, praticamente, todo o jogo, ambas pecaram tanto nos passes mais próximos à grande área quanto nos arremates para o gol.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Nem Everson nem Júlio César tiveram de fazer grandes defesas na partida. As poucas chances criadas saíram de chutes de fora da área, sem perigo aos goleiros.

Com exceção ao duelo entre Corinthians e Botafogo, que ainda se enfrentam nesta quinta-feira (23), às 21h30, este foi o único duelo sem gols na abertura do Estadual.

Na próxima rodada, o Santos vai a Campinas enfrentar o Guarani, enquanto o Red Bull Bragantino encara a Inter de Limeira, ambos na segunda-feira (27).


SANTOS

Everson; Pará, Luan Peres, Luiz Felipe e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca e Carlos Sánchez; Kaio Jorge (Raniel), Marinho (Derlis) e Eduardo Sasha (Arthur Gomes). Técnico: Jesualdo Ferreira


RB BRAGANTINO

Julio Cesar; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Edimar; Barreto (Vitinho), Uillian Correa e Bruno Tubarão (Thonny Anderson); Artur, Claudinho (Morato) e Ytalo. Técnico: Vinicius Munhoz


Estádio: Vila Belmiro, em Santos

Árbitro: Raphael Claus

Assistentes: Evandro de Melo Lima e Risser Jarussi Corrêa

Amarelos: Carlos Sánchez; Ligger, Barreto, Edimar e Artur

Leia também