Em entrevista, Cristiano Ronaldo não fecha as portas para o futebol brasileiro

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Manchester United
    Manchester United
    Ao VivoHojeAmanhãx--|
Craque português não vive seus melhores dias na volta ao Manchester United. Foto: Simon Stacpoole/Offside/Offside via Getty Images
Craque português não vive seus melhores dias na volta ao Manchester United. Foto: Simon Stacpoole/Offside/Offside via Getty Images

Já faz uns anos que o futebol brasileiro consegue trazer grandes astros, normalmente mais perto do fim de carreira, para atuarem nos campos pelo Brasil. Casos de Ronaldo Fenômeno, Seedorf, Daniel Alves e tantos outros que deram o gostinho ao torcedor de vê-los por aqui.

Agora será que alguém imagina Cristiano Ronaldo jogando um brasileirão, ou viajando pela América do Sul para conhecer o que é uma Copa Libertadores?

Leia também:

Após a foto de Marcos Braz com a mãe do astro português, onde o cartola do Flamengo brincou sobre a possibilidade de convencer o jogador do Manchester United a atuar pelo clube carioca, agora foi a vez do próprio jogador deixar em aberto a possibilidade de jogar no Brasil.

Em entrevista à ESPN Brasil, CR7 não escondeu a admiração pelo país e falando em relação ao futuro no futebol, deixou a possibilidade em aberto.

“O que eu posso dizer, com certeza absoluta, é que o Brasil é um país irmão. Pela relação que tenho com colegas meus, pela cultura, os brasileiros que vivem em Portugal. Minha irmã vive no Brasil, casada com brasileiro. Faço meus cursos de nutrição com brasileiros. É um país que tenho muita consideração, sei muito sobre o Brasil”, disse o craque.

“Jogar, ninguém sabe. Ninguém dizia que eu ia voltar ao Manchester (United) com 36 anos, e aqui estou. Jogar no Brasil? Não sei. Está longe dos meus pensamentos. Mas no futebol tudo é possível, não sei”, complementou.

Qual o melhor Ronaldo?

Na mesma entrevista, Cristiano Ronaldo foi perguntado sobre comparações com seus xarás brasileiros: Ronaldo Fenômeno e Ronaldinho Gaúcho. O português se esquivou de falar quem foi melhor, e preferiu exaltar os dois ex-jogadores.

“Depende de como fazemos. Mas não gosto de comparações”, cravou.

“Prefiro dizer que os três deixaram seu legado, sua história. Posso dizer, por fatos, que ganhei mais títulos individuais do que eles, mas os dois ganharam Copas do Mundo. Simpatizo muito com eles. São dois jogadores que cresci assistindo. Dizer quem é o melhor, o segundo, não é o mais importante. Prefiro ficar que são ídolos e deixaram uma história bonita no futebol”, finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos