Em entrevista, Alex revela que quase acertou com o Grêmio em 2002


Um dos grandes jogadores das últimas décadas no Brasil, o meia Alex sempre foi alvo de muitos clubes brasileiros, mas negociações acabaram não surtindo efeito. Anos depois, o ex-jogador voltou ao passado para falar sobre as propostas que recebeu.

Em entrevista ao podcast 'Não Ouvo' dos apresentadores Fred Fagundes e Carter Batista, Alex contou que após deixar o Parma, um dos times que quase acertou em seu retorno ao país foi o Grêmio.

- Um time mais próximo de acontecer alguma coisa foi com o Grêmio. (...) No campo, eu sempre dividia quarto com gente relacionada ao Grêmio. Jogadores que já tinham passado e falavam muito bem do clube. No início da seleção, dividi com o Ronaldinho, que era apaixonado pelo Grêmio, falava a todo momento. No Palmeiras, no mesmo período, dividia quarto com o Arce, que é ídolo do Grêmio. Nessa época, a gente tinha Arce, Arilson, Divarola, Paulo Nunes, Felipão, Paulo Paixão, e eles tinham acabado de voltar do Grêmio e estavam lá comigo - afirmou o ex-jogador.

Alex contou que, em 2002, tinha duas propostas nas mãos: Grêmio e Cruzeiro. A proposta do Tricolor Gaúcho lhe balançou e ele chegou até a decidir que a aceitaria, mas o treinador Vanderlei Luxemburgo, do clube mineiro, intercedeu e o convenceu a aceitar o convite.

- O Vanderlei disse: "Estou montando um time aqui e não é para agora, é para 2003. E digo mais, ninguém quer você aqui, só eu quero!" - contou Alex.

Hoje comentarista dos canais ESPN, Alex contou que, antes de acertar com o Flamengo por empréstimo em 2000, o jogador chegou a abrir negociações com dois clubes notórios do Brasil: Corinthians e Vasco. Depois de voltar da Turquia, onde foi ídolo do Fernebahçe, foi contatado pelo Atlético-MG, mas negou a proposta por sua relação com o Cruzeiro.









Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também