Em dia de eleição, Bolsonaro recebe o Flamengo no Rio, campeão da Libertadores

O presidente Jair Bolsonaro recebeu neste domingo(30) no Rio de Janeiro o Flamengo, campeão da Copa Libertadores, pouco depois de votar na eleição que disputa com Luiz Inácio Lula da Silva.

O presidente de extrema direita seguiu de carro para o aeroporto internacional do Galeão para receber os jogadores que um dia antes venceram por 1-0 o Athletico Paranaense em Guayaquil (Equador).

Em imagens divulgadas pela equipe de campanha, Bolsonaro levanta a terceira taça Libertadores vencida pelo clube, cercado por parte da delegação rubro-negra.

O presidente tirou uma foto carregando o troféu ao lado do técnico Dorival Júnior e de jogadores como Rodinei, Fabrício Bruno, Marinho, Thiago Maia, Léo Pereira e Everton "Cebolinha". Os dois últimos posaram formando com seus dedos o número 22, número de Bolsonaro nas urnas nas eleições de 2022.

Após recebê-los no aeroporto, Bolsonaro sobrevoou o Rio de helicóptero ao lado de atletas como Thiago Maia, Santos, Marinho e "Cebolinha", segundo outro vídeo.

Bolsonaro manifestou seu apoio ao Flamengo na preparação para a terceira final brasileira consecutiva na Libertadores, apesar de ser torcedor do Palmeiras, o grande rival do time carioca nos últimos anos.

No ano passado, quando a final continental foi entre Flamengo e Palmeiras, com vitória do 'Verdão', ele também elogiou o rubro-negro, cuja diretoria o apoiou em seus esforços para retomar os jogos com público durante a pandemia.

O presidente recebeu a maior parte dos poucos apoios públicos de jogadores que se manifestaram politicamente nas eleições, como Neymar e Daniel Alves.

As eleições presidenciais coincidiram com a comemoração dos torcedores do time carioca, que tem a maior torcida do mundo dentro de um país, segundo a Fifa.

Em 2019, quando o Flamengo conquistou sua segunda Libertadores ao derrotar o argentino River Plate em Lima, sua equipe foi acompanhada em massa pelas ruas do Rio.

Na noite de sábado, torcedores celebraram em festas de rua na 'Cidade Maravilhosa' e em outras partes do Brasil.

raa/app/jc/cb