Em clássico eletrizante, Náutico vence o Sport e agora é vice-líder

Timbu passa o Leão na classificação do hexagonal final e termina rodada dois pontos atrás do Salgueiro. Marco Antônio e Erick marcaram os gols da vitória na Arena Pernambuco

Após o empate na última quarta-feira, Náutico e Sport voltaram a se enfrentar pelo hexagonal do título no Campeonato Pernambucano. Na Arena Pernambuco, o Timbu venceu por 2 a 1, chegou a 11 pontos e assumiu a vice-liderança, ultrapassando o rubro-negro, que fica com dez. O Salgueiro é o líder com 13 pontos. Na próxima rodada, o Sport enfrentará o Belo Jardim, enquanto o Náutico encarará o Salgueiro, ambos no dia 19 de março.

Antes, porém, as equipes mudam o foco: o Leão jogará no dia 8 de março pela Copa do Brasil, contra o Boavista em Saquarema (RJ), enquanto o Náutico só volta a campo no próximo domingo, pela Copa do Nordeste, contra o Santa Cruz.

O Jogo

A primeira chegada do clássico foi do Timbu: Dudu cruzou com muito perigo e a bola quase encobriu Magrão, mas o goleiro do Sport conseguiu defender. A resposta do Leão veio minutos depois, com Leandro Pereira acertando a trave de Tiago Cardoso. O rubro-negro pernambucano seguiu buscando o gol e perdeu uma grande oportunidade com o mesmo Leandro Pereira que furou e não conseguiu vencer o goleiro do Timbu.

Na segunda etapa, a primeira chegada novamente foi do Náutico, com boa defesa de Magrão após finalização de Alison. Após uma tentaiva de ataque do Sport, saiu o gol do Timbu: Dudu puxou o ataque em velocidade, e tocou para Erick que rolou para Marco Antônio chutar com categoria e marcar um belo gol na Arena aos 9 minutos, 1 a 0.

Após o gol a partida esfriou e o Náutico, jogando no contra-ataque, ampliou aos 18: Alison achou Erick sozinho na área, e o atacante marcou o segundo gol da partida, 2 a 0. O alvirrubro quase marcou o terceiro após finalização de Dudu. Como sempre imprevisível, o futebol apresentou uma de suas caras: aos 24 minutos, Everton Felipe cobrou escanteio na cabeça de Ronaldo Alves, que estufou a rede do Timbu, 2 a 1.

O gol acordou o Leão que partiu em busca do empate: Leandro Pereira e André tabelaram, e o ídolo da torcida bateu com muito perigo. Como resposta, David cruzou na cabeça de Jefferson Renan que quase marcou o terceiro do Náutico, mas cabeceou para fora na última chance da partida.












E MAIS: