Em Caxias do Sul, Juventude derrota o Guarani e volta ao G4 da Série B

Futebol Latino
·2 minuto de leitura


Em situações opostas no Campeonato Brasileiro da Série B, Juventude e Guarani entraram em campo na noite deste domingo (1º), no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

Com o resultado final de 1 a 0, a equipe comandada por Pintado chegou aos 31 pontos, ocupando agora a 4ª colocação. Já a equipe de Felipe Conceição acabou estacionando na 13ª posição, com seus 21 pontos, dois a menos que o Figueirense, hoje primeiro time no Z4 com 19.

O jogo

Com um início movimentado, o Juventude ofereceu perigo ao Guarani logo nos primeiros minutos. Após cruzamento de Igor, Rafael Silva segurou a bola para a chegada de Renato Cajá que finalizou para a boa defesa do goleiro Gabriel, porém na sequência o Bugre já tratou de responder com Renanzinho, que acabou pegando mal na bola depois passe rasteiro na área.

Até meados dos 20, o panorama do jogo manteve-se igual tendo o Juve mais em seu campo de ataque. No entanto, em uma das raras chegadas, a equipe do interior de São Paulo também não mantinha-se apenas na defensiva e, em uma nova tentativa, Marcelo Carné foi obrigado a fazer uma boa defesa na cabeçada de Romércio.

Após uma certa insistência por parte dos donos da casa, aos 23 minutos o placar foi inaugurado no Alfredo Jaconi. Em jogada iniciada em uma cobrança de escanteio, Wellington chegou a fazer o cabeceio, porém ao tentar cortar, Romércio, que já havia tentado abrir a contagem para os visitantes, acabou jogando contra a própria meta. 1 a 0.

Após o tento, o Juventude praticamente controlou mais ações até a reta final da etapa. Entretanto, na esperança de arrancar um empate, o Bugre ainda mandou no travessão do arqueiro rival com Júnior Todinho, sendo esse o lance de maior perigo antes da arbitragem mandar os dois times para os vestiários.

Na volta para o segundo tempo, sem nenhuma substituição feita pelos técnicos, foi o Guarani quem iniciou melhor. Em uma nova investida, outra vez a equipe de Conceição acertou a trave de Carné com Lucas Crispim, para lamentação do atleta.

Porém aos poucos o Juventude foi melhorando novamente, aparecendo com mais frequência na área adversária. Na primeira chance com Breno Lopes, por muito pouco a bola não entrou e, na segunda, Rafael Silva, após tabelar com Eltinho, acabou batendo muito próximo da trave assustando Gabriel.

Passado alguns minutos, além de trocas feitas por Felipe Conceição e Pintado, o jogo passou a ficar muito equilibrado até meados dos 40 minutos. Atrás no placar, o Guarani seguia na expectativa de encontrar seu tento até conseguiu marcar, mas acabou não valendo já que a arbitragem acabou pegando um impedimento no lance.

Até os acréscimos, pouco foram as chances criadas pelo Bugre que praticamente fez uma blitz no campo de defesa do Ju. Sendo assim, foi a deixa para que o jogo fosse encerrado com vitória da equipe de Caxias do Sul pelo placar mínimo.