Napoli atropela Juventus e dispara na liderança do Campeonato Italiano

Napoli atropela Juventus na Serie A Alberto Pizzoli / AFP


Em casa, pelo Campeonato Italiano, o Napoli não tomou o menor conhecimento da Juventus no clássico da 18ª rodada. Com um ritmo frenético e uma atuação apática do setor defensivo da equipe visitante, os napolitanos aplicaram uma goleada de 5 a 1 com dois de Osimhen, um de Rahmani, além de Kvaratskhelia e Elmas.

ESTRATÉGIAS DISTINTAS

O Napoli começou bem na partida, tendo mais a bola e cercando mais a área. A Juve iniciou a partida tratando de dominar mais o setor do meio de campo. Enquanto os mandantes tentavam invadir o terço final com tabelas rápidas, a Juve apostavam na verticalidade em passes rápidos.

+ Confira as novidades do mercado da bola no vaivém do L!


OSIMHEN BRILHANDO

A primeira finalização saiu aos 13 minutos de jogo com Osimhen recebeu um belo lançamento e se esticou todo para tentar finalizar. Ele conseguiu e obrigou Sczesny a trabalhar. Um minuto depois, após um levantamento na área, Kvaratskhelia mandou um belo voleio e o polonês defendeu de novo. No rebote, o nigeriano não perdoou e tocou de cabeça para conferir.

JUVENTUS NA RESPOSTA

O Napoli tocava a bola rápido e seguia mais com a bola, mas a Juve conseguiu roubar aos 16 minutos e assustar a equipe napolitana com Di Maria. Ele ajeitou e mandou com categoria, cruzado, de fora da área, mas a bola bateu no travessão e saiu. Por pouco não chegou ao empate.

REVEZAMENTO DE IMPOSIÇÕES

A partir do momento em que a Juve cresceu no jogo, o Napoli passou a perder o controle do meio de campo, fazendo com que a equipe bianconera passasse a chegar mais na área. pouco depois, os meias napolitanos passaram a subir mais e deixar os meias da Juventus sem saída.

VACILOU, KVARA CRAVA

Aos 38 minutos, Lobotka tentou um lançamento na área buscando Osimhen. Na disputa, Bremer vacilou e não controlou a bola bem. O nigeriano dominou e tocou para Kvaratskhelia, livre na ponta, e ele não desperdiçou: bateu colocado no cantinho do goleiro para ampliar.

DI MARIA PARA DAR VIDA


Dois minutos depois do Napoli ter ampliado a vantagem, a Juve conseguiu diminuir com Di Maria. Ele recebeu do pivô de Milik e bateu colocado no canto para diminuir a conta. A partir do momento, o jogo deu uma esquentada e ficou mais faltoso. Os bianconeri voltaram a crescer e quase empataram em um cruzamento de Kostic. Ramrhani desviou e Meret se esforçou para evitar.

JUVE NÃO DÁ CONTA

A Juventus seguiu tendo complicações na zaga e após lançamento, Osimhen se desmarcou e conseguiu bater cruzado, mas Szczesny fez bela defesa para evitar. No escanteio seguinte, a bola sobrou limpa na área e Rahmani bateu forte para ampliar.

ABRIU A PORTEIRA

O Napoli seguia impossibilitado e não demorou para marcar mais um. No terceiro minuto da etapa complementar, Kvaratskhelia cruzou na área e Osimhen subiu mais do que todo mundo. A equipe napolitana já obtinha o domínio total do jogo, enquanto a Juventus se encontrava perdida, sem saber como fazer para acompanhar o ataque dos donos da casa.

E NÃO PAROU...

Na marca dos 27 minutos de jogo, o Napoli marcou mais uma vez. O quinto gol na partida. A zaga bianconera seguia completamente atordoada e Giovanni Di Lorenzo acionou Elmas e o albanês bateu colocado. A bola ainda desviou em um defensor antes de deixar o goleiro juventino plantado, deixando os últimos números da noite.

O Napoli segue na ponta da tabela com 47 pontos, 10 a mais que o Milan. A Juventus é a terceira com 37. Os azuis voltam a campo no dia 21, contra a Salernitana. No dia seguinte, os Bianconeri recebem a Atalanta.