Em busca de regularidade: Vasco não tem duas vitórias seguidas desde o início da Era Ramon Menezes

Felippe Rocha
·2 minuto de leitura


A 17ª posição no Campeonato Brasileiro evidencia que o Vasco tem mais pontos fracos do que fortes nessa altura da competição. Nesta terça-feira, o lateral-direito Léo Matos afirmou que o que falta ao time é regularidade. E ele está certo. Desde a Era Ramon Menezes, ou seja, antes da chegada do atual titular, o time não vence dois jogos seguidos.

Os cinco primeiros jogos de Ramon no comando da equipe foram vitórias. Duas pelo Campeonato Carioca e três pelo Brasileirão. Tal sequência se deu entre o final de junho e 20 de agosto. A partir de então vieram um empate, a classificação na Copa do Brasil sobre o Goiás e a irregularidade que se agravaria em outubro.

Naquele mês ocorreram cinco derrotas seguidas. Resultados obtidos tendo Ramon, Alexandre Grasseli e Ricardo Sá Pinto na área técnica. O português chegou a comandar uma série de uma vitória mais dois empates e outra de uma vitória e três empates. No máximo. A irregularidade dá mesmo o tom do Vasco na temporada que entra na reta final.

- No meu ponto de vista, vínhamos numa evolução. Precisávamos melhorar posse de bola, trocar mais passe, fazer o adversário correr mais. Valorizar nossa posse de bola. Mas, no meu ponto de vista, temos que melhorar bastante a regularidade - observou Léo Matos, emendando:

- Fizemos um jogo nota 8 contra o Santos. Fomos incisivos, obtivemos aquela vitória em casa e, depois, fomos para Curitiba e fizemos um jogo tão ruim como aquele. Temos que lembrar o que fizemos de bom e repetir. A quantidade de jogos, agora, não permite montanha russa. Qualidade e comprometimento temos. A partir disso, com regularidade, vamos conseguir sequências, por exemplo, de duas vitórias e um empate - projetou o lateral.

Resta pôr em prática.

-> Confira a tabela do Campeonato Brasileiro