Em busca de recomeço e sequência como titular no Palmeiras, Veron completa 19 anos

·3 minuto de leitura


Aniversariante desta sexta-feira (3), o jovem atacante do Palmeiras Gabriel Veron completou 19 anos de idade. Há poucos dias, ele chegou à marca de 50 jogos pelo clube em uma nova fase após longo período de recuperação. A jovem promessa alviverde busca deixar os problemas para trás para assumir a titularidade do time.

Com grandes expectativas, o ponta estreou pelo profissional Verdão no final de 2019, quando tinha apenas 17 anos. O jogador era aclamado, não apenas pelo sucesso na base do clube, mas também pelo destaque na Seleção Sub-17. No mesmo ano de estreia pelo Alviverde, ele conquistou a Copa do Mundo da categoria, sendo eleito o melhor jogador do torneio

A perspectiva era de ainda mais crescimento no ano seguinte, em que ele foi regularizado no elenco principal. Entretanto, diversas lesões atrapalham a Cria da Academia em sua trajetória. Apesar de boas aparições durante as vitoriosas campanhas na última temporada, ele não conseguiu ter regularidade no time por conta da questão física.

O responsável por descobri-lo no futebol e atual empresário o atacante, Lupércio Segundo, confessou, em entrevista ao UOL, que imaginava que ele estaria em outro estágio da carreira a esta altura.

– Com certeza, era para ele já estar em um outro momento. Ele subiu para o profissional foi para Florida Cup e ali a gente já imaginava e projetava uma sequência, mas houve a parada da pandemia, além das lesões. A volta agora o recoloca no mesmo trilho e no mesmo processo. E a expectativa é até maior, porque a cada ano que passa no profissional, ele amadurece mais – apontou.

A última lesão do jogador aconteceu em abril, durante o jogo da Recopa Sul-Americana entre Palmeiras e Defensa y Justicia. Após dar um pique em direção à área, o jogador sentiu imediatamente e seu estriou no gramado.

Por decisão do Núcleo de Saúde e Performance e do departamento científico do clube, o processo de recuperação, dessa vez, seria mais longo para evitar novos riscos de desgaste. Então, somente depois de mais de três meses, Veron pode voltar a campo pelo Palmeiras.

Conta o empresário que o apoio familiar foi fundamental para o jovem atravessar esse período difícil na carreira. Além disso, a transparência na comunicação com dos departamentos do clube também auxiliaram na compreensão da situação.

– Ele encarou bem o período de contusão, praticamente não veio para o Rio Grande do Norte, mas a mãe e as irmãs ficaram com ele em São Paulo, e isso deu um suporte a ele. A gente também tem um estafe em São Paulo que o acompanhou. E o diálogo com o clube auxiliou bastante a ele para entender todo esse processo – afirmou Lupércio.

No último compromisso do Palmeiras, diante do Athletico-PR, Veron iniciou como titular, mas foi substituído no início da segunda etapa. O ponta está confiante para, aos poucos, ir retomando os minutos em campo e decolar de vez no Alviverde.

– Está bem confiante. No último jogo, foi titular. Dentro do projeto que temos traçado, acho que o momento é de recomeço para ver se ele consegue uma sequência para demonstrar seu jogo. Tenho falado bastante com ele, e ele está feliz. Tem agora um processo de volta e readaptação, mas todo cuidado do clube deu a ele confiança. Ele voltou bem – garantiu o empresário.

Sem partidas até o dia 12 quando enfrenta o Flamengo pelo Brasileirão, o Verdão, de Gabriel Veron, segue se preparando para o restante da temporada. O duelo contra a equipe carioca está marcado para as 16h (horário oficial de Brasília) no Allianz Parque.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos