Em busca de equilíbrio, Neymar se aproxima do psicólogo de Luis Enrique

Quando foi o nome da goleada do Barcelona sobre o PSG, por 6 a 1, e consequentemente da classificação do clube catalão na Champions League, Neymar foi elogiado, mas a comissão técnica e o próprio atleta, não fecham os olhos para problemas recorrentes. Por exemplo, no mesmo confronto, perdeu a cabeça e deu um pontapé em Marquinhos, antes de marcar dois gols e dar assistência para o sexto.

A agressão ao adversário na derrota por 2 a 0 para o Málaga no final de semana, por outro lado, fez surgirem críticas ao seu comportamente. Resultado: por vontade própria, Ney se aproximou do psicólogo do treinador do Barça, Luis Enrique, Joaquin Valdés, em busca de equilíbrio.

Neymar Malaga Barcelona La Liga
(Foto: Getty Images)

VEJA TAMBÉM:
Bauza é demitido da Argentina | Aranha e Pottker comemoram vaga | L. Enrique dividido entre táticas

De acordo com o UOL Esporte, a função do profissional não é atuar com os jogadores e sim com o comandante, mas Luis Enrique teria permitido ajuda ao brasileiro, que será titular nesta terça-feira (11), às 15h45 (de Brasília), em Turim, na partida de ida das quartas de final da Champions League.

O psicológo, que ganhou cargo na comissão técnica por exigência de Luis Enrique ao assinar o contrato em 2014, trabalhou nas categorias de base do Barça, além de Celta de Vigo e Roma.

"Elaboro uma melhor dinâmica do treinador com o elenco. Seja para treinos, jogos, viagens ou concentrações. E os jogadores enxergam o psicólogo como um treinador a mais", confirmou Valdés em sua página na internet.