Em busca da recuperação, Vasco perdeu metade de seus jogos nas últimas dez rodadas da Série B

·3 minuto de leitura


A chegada do técnico Lisca foi cercada de expectativa por parte da torcida vascaína. Contudo, os resultados não vieram e o profissional decidiu pedir demissão após doze partidas à frente do Vasco. Entre elas, foram dez pela Série B, com cinco derrotas (para Botafogo, Remo, Londrina, Operário (PR) e Avaí), que fizeram com que a equipe se afastasse ainda mais do G4 da competição.

- A gente tentou de todas as maneiras buscas os objetivos do clube no curto prazo que a gente tinha para trabalhar e infelizmente os resultados não vieram. O nosso objetivo aqui era resultado em curtíssimo prazo. Como isso não aconteceu, hoje estou me desligando do clube e desejo um grande final de campeonato, que o Vasco busque seu objetivo que é o acesso. Que consiga fazer jogos melhores que fez comigo. É uma tristeza muito grande. Uma oportunidade que eu percorri trinta anos para conseguir espaço em um clube grande como o Vasco. Mas chega o momento que temos que ter hombridade de saber que o trabalho não funcionou nesse momento. - frisou o treinador Lisca ao deixar o Vasco.

+ Confira e simule a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Com as vitórias de Goiás e Botafogo, a diferença do Vasco para o G4 aumentou mais dois pontos. O time tem 32, oito a menos que o atual quarto colocado, o CRB - justamente o próximo adversário, na quinta, às 19h, no Rei Pelé. O confronto direto marcará a estreia do técnico Fernando Diniz no comando do Cruz-Maltino.

O novo comandante terá a tarefa de fazer o time engrenar e conquistar dez vitórias nos quinze jogos que restam. Além disso, o técnico precisará arrumar o sistema defensivo, que tem falhado constantemente e fazer com que o ataque seja mais efetivo. Ele dará o seu primeiro treinamento no CT Moacyr Barbosa neste domingo.

+ Em meio à crise, Cano enfrenta seu maior jejum de gols no Vasco; Diniz precisa potencializar o artilheiro

Para o duelo contra a equipe alagoana, o técnico não poderá contar com o atacante Daniel Amorim, que tomou o terceiro cartão amarelo diante do Avaí. Por outro lado, ele deverá ter o retorno do meia Sarrafiore, que se recuperou da Covid-19,

Além dele, Diniz poderá colocar em campo o zagueiro Walber, que foi regularizado no BID da CBF. O atacante equatoriano Jhon Sánchez, por sua vez, ainda não foi regularizado e aguarda seu nome aparecer no BID para poder estrear também na quinta. Ambos os reforços foram pedidos por Lisca, mas não puderam estrear sob o comando do treinador.

Confira o desempenho do Vasco nas últimas dez rodadas

24/07 - Vasco 4 x 1 Guarani;
31/07 - Botafogo 2 x 0 Vasco;
07/08 - Vitória 0 x 1 Vasco;
10/08 - Vasco 1 x 0 Vila Nova;
13/08 - Remo 2 x 1 Vasco;
18/08 - Vasco 1 x 2 Londrina;
21/08 - Operário-PR 2 x 0 Vasco;
29/08 - Vasco 2 x 0 Ponte Preta;
03/09 - Vasco 1 x 1 Brasil de Pelotas;
06/09 - Avaí 3 x 1 Vasco

* quatro vitórias (Guarani, Vila Nova, Vitória e Ponte Preta), um empate (Brasil de Pelotas), e cinco derrotas (Botafogo, Remo, Londrina, Operário (PR) e Avaí)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos