Em boa partida, São Paulo bate Santo André e encaminha vaga no Paulistão

LANCE!
·6 minuto de leitura
Joao Rojas comemora o primeiro gol do Tricolor (Rubens Chiri/São Paulo FC)

O São Paulo recebeu o Santo André nesta sexta-feira (23), no Morumbi, em jogo válido pela sétima rodada do Paulistão 2021. O Tricolor venceu a partida por 2 a 0, encaminhando a vaga na próxima fase da competição e alcançando sua sexta vitória consecutiva.

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola

Embora o Tricolor tenha dominado quase o jogo todo, o Santo André conseguiu levar perigo nos ataques e finalizou 15 vezes na partida.

Leia também:

As chegadas do Ramalhão nasceram na segunda etapa, quando, após o segundo gol, o São Paulo passou a jogar com mais tranquilidade.

Início fulminante

O jogo começou bem disputado. Em casa, o São Paulo começou o jogo buscando manter a posse de bola e criar no ataque. O Santo André, porém, não se recuou muito e pressionou o Tricolor em seu campo de defesa, o que dificultou a saída de bola do time da casa e rendeu uma chance perigosa para os visitantes logo no início.

Com o passar de poucos minutos, porém, o São Paulo encontrou o caminho do ataque. Aos quatro minutos, Luciano levou perigo em uma cabeçada e, mais tarde, aos sete do primeiro tempo, Rojas abriu o placar na partida.

Rojas balança as redes

Aos nove minutos, em uma lance de ataque do Ramalhão, Rojas roubou a bola do zagueiro adversário e disparou com muita velocidade, não sendo alcançado e saindo cara a cara com o goleiro Fernando Henrique. O equatoriano bateu no canto, tirando do goleiro, e abriu o placar.

Foi o terceiro gol do camisa 7 no Paulistão. Ele divide a artilharia do clube na temporada com o atacante Pablo, desfalque no confronto com o Santo André.

São Paulo segue pressionando

Assim, o São Paulo seguiu pressionando o Santo André e criou boas chances, como aos 16 minutos de jogo, quando Vitor Bueno teve uma grande chance ao ficar cara a cara com o goleiro Fernando Henrique, que fez uma bela defesa.

Mesmo com a vantagem no placar, o Tricolor continuou apertando o Santo André, espremendo o adversário em seu campo de defesa. Pela esquerda, com Reinaldo, e pela direita, com Daniel Alves, a equipe demonstrou intensidade e amplitude, com muito volume de jogo pelos dois lados.

O meio de campo é Tricolor

Com mudanças na escalação, com a entrada de Luciano no meio de campo, o São Paulo dominou o setor durante o primeiro tempo. Assim, o jogo do Santo André ficou resumido, na primeira etapa, a correr atrás da bola, passada de pé em pé pelos meias do Tricolor.

Luciano acrescentou dinâmica ao meio de campo, sendo um jogador mais rápido e fazendo subidas ao ataque, infiltrando na defesa do Ramalhão quando possível. O camisa 11 também funcionou como um terceiro atacante da equipe em determinados momentos e, até mesmo, trocou de posição com um dos dois atacantes.

Assim, Rojas abria pelo lado esquerdo em alguns momentos, permitindo que Reinaldo cortasse pelo meio, com Vitor Bueno e Luciano de dupla. Em outros momentos, Vitor Bueno recuou para o meio (sua posição de origem) e Luciano subiu ao ataque. Essa dinâmica foi forte responsável pela dominância do São Paulo no setor de meio de campo.

Primeiro tempo acaba com São Paulo pressionando

O restante do primeiro tempo pouco se diferiu do padrão da primeira etapa. O Tricolor ficou com a bola no meio de campo e apertou o Santo André em sua defesa. Com boas chances criadas com Reinaldo e outros atletas do meio e boas investidas no ataque.

Segundo tempo começa com o Tricolor ainda no ataque

No segundo tempo, pouca coisa mudou. O início da segunda etapa seguiu sendo de domínio do Tricolor, mesmo que o Santo André tivesse subido um pouco mais o seu time, querendo o empate.

Nos primeiros minutos, o São Paulo já criou chances, embora não tenhas as aproveitado.

Gol de Vitor Bueno amplia o placar

Não demorou muito para o Tricolor ampliar. Aos nove minutos do segundo tempo, Vitor Bueno recebeu um passe sensacional de Daniel Alves e fica cara a cara com Fernando Henrique. O camisa 12 tirou do goleiro e fez o segundo. 

O gol deu tranquilidade ao Tricolor, que seguiu dominando a partida, mas de maneira mais calma.

São Paulo segue no ataque mesmo com o 2 a 0

Nos minutos seguintes ao gol de Vitor Bueno, o Tricolor continuou com o maior volume de jogadas, criando bastante e chegando em boas oportunidades ao ataque.

O Santo André seguiu 'assistindo' o São Paulo jogar, enquanto não conseguia superar os donos da casa no meio de campo. Com muitos jogadores no meio e no ataque, o Tricolor dominou a partida com tranquilidade.

Santo André começa a atacar mais

Na segunda metade da etapa final do jogo, o Santo André pareceu acordar para a partida e começou a atacar mais o adversário. Embora tenha criado jogadas interessantes, não foi o suficiente para assustar o Tricolor.

O momento mais ofensivo do Ramalhão foi bem parado pelo goleiro Tiago Volpi, que fez boas quando necessário. 

Era só passar, Luciano!

O Tricolor conseguiu mais algumas oportunidades interessantes, mas poucas chances claras. Umas das melhores jogadas foi uma bola na entrada da área do Ramalhão, quando Luciano decidiu finalizar a sobra, mas poderia ter passado para o ala Reinaldo, que estava livre.

Boas substituições

Com a vantagem no placar e o domínio no jogo, Hernán Crespo fez alterações, rodando o elenco. As trocar foram boas, uma vez que jogadores como Bruno Rodrigues e Talles Costa aproveitaram a oportunidade e, com velocidade, adicionaram intensidade aos ataques no segundo tempo.

Volpi de novo!

Em boa investida ofensiva do Santo André, a bola foi cruzada por baixo na área do São Paulo. Bruno Santos acertou um belo chute, no canto direito de Volpi. O goleiro do Tricolor fez uma belíssima defesa, no mais perigoso dos 15 chutes do Ramalhão na partida.

Quase o terceiro!

No fim do jogo, em ataque pelo lado direito, o meia Talles Costa fez um belo passe para o centro da área, para a finalização, que foi salva em cima da linha pelo capitão Marcos Martins.

O jogo chegou ao fim sem que o Santo André conseguisse descontar o placar e, assim, o Tricolor venceu em uma bela atuação, por 2 a 0. O jogo marcou a sexta vitória consecutiva do São Paulo na temporada e encaminhou a classificação do Tricolor para a próxima fase do Paulistão.

O São Paulo volta a campo já no próximo domingo (25), para enfrentar o Ituano no Estádio Novelli Júnior, em Itu, às 22h15. A partida é válida pela oitava rodada do Paulistão.

Já o Santo André tem seu próximo compromisso na próxima segunda-feira (26), às 22h15, no Canindé, quando enfrenta o Guarani, em partida da oitava rodada do Campeonato Paulista.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 0 SANTO ANDRÉ

Local: Estádio do Morumbi, São Paulo (SP)
Data/Horário: 23 de abril de 2021 (sexta-feira), às 20h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Leonardo Tadeu Pedro
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral

Gols: Joao Rojas (9’1ºT) (1-0), Vitor Bueno (9’2ºT) (2-0),

Cartões amarelos: Luciano (SPFC) (6'1ºT), Fraga (Santo André) (6'1ºT), Rodrigo Nestor (SPFC) (17’1ºT), Rodrigo (Santo André) (11'2ºT), 

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Arboleda, Miranda e Bruno Alves; Daniel Alves, Rodrigo Nestor (Luan, aos 25'2ºT), Igor Gomes (Talles Costa, aos 16'2ºT), Luciano e Reinaldo (Léo, aos 37'2ºT); Rojas (Bruno Rodrigues, aos 25'2ºT) e Vitor Bueno (Benítez, aos 37'2ºT). Técnico: Hernán Crespo.

SANTO ANDRÉ: Fernando Henrique; Marcos Martins, Pedro Vitor, Rodrigo e Bruno Santos; Fraga, PH (Vitinho, aos 25'2ºT) e Marino (Paulo Roberto, aos 30'2ºT); Minho (Rone, aos 30'2ºT), Ramon e Gegê. Técnico: Paulo Roberto Santos.