Em Aracaju, Confiança vence e Avaí desperdiça chance de assumir a vice-liderança da Série B

·4 min de leitura


Em situações opostas no Campeonato Brasileiro da Série B, Confiança e Avaí entraram em campo na noite deste sábado, na Arena Batistão, em Aracaju, pensando unicamente na vitória. Em uma partida muito movimentada, o Dragão alcançou mais um feito na competição desta vez por 3 a 1.

Com o resultado, o Dragão chegou aos 28 pontos, porém segue no Z4 da competição ocupando a 19ª colocação. Já o Leão, por conta do tropeço fora de casa, acabou ficando na 4ª colocação agora com 50 pontos. O Avaí desperdiçou, portanto, a chance de assumir a vice-liderança da Série B, hoje ocupada pelo Botafogo, com 52 pontos.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

INÍCIO DE JOGO EQUILIBRADO

Mesmo jogando longe de seus domínios, a equipe do Avaí não quis saber de levar o tradicional sufoco nos minutos iniciais e tratou de ir para cima. Com isso, logo aos 2 minutos, Lourenço testou o goleiro Rafael Santos em um bonito arremate, dando trabalho ao camisa 1 no primeiro lance.

Entretanto, o Confiança, tentando impor sua força em campo, respondeu na mesma moeda logo em seguida. Em uma boa chegada na área, Álvaro tentou a finalização, mas acabou vendo Betão fazer a interceptação evitando a tentativa por parte do atacante.

LEÃO PASSA A DITAR RITMO, MAS DRAGÃO ABRE A CONTAGEM

Com o tempo passando, a equipe catarinense passou a aparecer mais em seu campo de ataque. Sendo assim, em três boas descidas, criou boas chances com Jadson, Copete e Vinícius Leite, porém todas sem sucesso para lamentação do técnico Claudinei Oliveira.

Voltando a equilibrar as coisas, o time de Luizinho Lopes deu a resposta. Depois de duas tentativas por parte de Álvaro, aos 35, a árbitra Edina Alves Batista, através do VAR, acabou confirmando um pênalti a favor do Dragão. Na cobrança, Lohan deslocou o goleiro Glédson abrindo a contagem no Batistão.

AVAÍ ADOTA POSTURA OFENSIVA E ENCONTRA GOL DE EMPATE

Com a bola rolando para a etapa final, os visitantes sabiam que o relógio seria um dos obstáculos no duelo também. Mesmo esbarrando no forte sistema defensivo por parte do Confiança, conseguiu encontrar espaços para as finalizações de Copete e Lourenço.

Percebendo o adversário vir para cima, Luizinho Lopes então recuou para seus suplentes trocando seus volantes colocando Vinícius Barba no lugar de Willians Santana. Por outro lado, Claudinei arriscou mais colocando Getúlio no lugar de Vinícius Leite. E quem se deu melhor foi o comandante do Leão. Aos 15 minutos, em cruzamento para o meio da área, Romulo só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes, deixando tudo igual.

DRAGÃO PERDE CHANCE INCRÍVEL NA SEQUÊNCIA

Em euforia com o tento marcado, a equipe do Avaí não contava com uma ducha de água fria momentos depois de balançar as redes. Aos 17, outra vez a árbitra da partida, através do VAR, marcou um novo pênalti para os mandantes. Entretanto, mesmo tendo convertido a primeira chance, Lohan acabou desperdiçando a segunda com sua batida acertando a trave mantendo o placar igualado.

EQUIPE SERGIPANA FAZ MAIS DOIS E FECHA A CONTA

Após novas substituições de ambos os lados, o duelo ganhou em emoção. Buscando seu campo de ataque, o Confiança, em um primeiro momento, chegou a vibrar com o gol marcado por Rafael Vila, mas acabou sendo anulado pela arbitragem que flagrou um impedimento no lance. Entretanto, após revisão através do VAR, Edna voltou atrás e validou o gol por parte dos mandantes, deixando o Avaí outra vez atrás no placar.

Nos minutos finais do tempo regulamentar, além dos 8 minutos acréscimos, o Leão apostou suas última fichas para correr atrás do prejuízo. Mesmo fazendo uma blitz na área adversária, não conseguiu criar chances reais para marcar, dando a deixa para Neto Berola, após um rápido contra-ataque, fechar a conta em Aracaju com vitória do Dragão.


FICHA TÉCNICA
CONFIANÇA 3x1 AVAÍ

Data e horário: 16/10/2021, às 21h (de Brasília)
​Local: Arena Batistão, em Aracaju (SE)
Árbitro: Edina Alves Batista (FIFA-SP)
Assistentes: Neuza Ines Back (FIFA-SP) e Leila Naiara Moreira da Cruz (FIFA-DF)
VAR: Daiane Caroline Muniz dos Santos (FIFA-SP)

Cartões Amarelos: Betão, 18'/2ºT; Jadson, 18'/2ºT

Gols: Lohan, 37'/1ºT (1-0); Romulo, 15'/2ºT (1-1); Rafael Vila, 35'/2ºT (2-1); Neto Berola, 53'/2ºT (3-1)

CONFIANÇA: Rafael Santos; Jonathan Bocão, Nirley, Adalberto e João Paulo; Madison (Neto Berola, aos 25'/2ºT), Jhemerson (Rafael Vila, aos 8'/2ºT), Álvaro, Willians Santana (Vinícius Barba, aos 14'/2ºT) e Ítalo (Robinho, aos 25'/2ºT); Lohan (Tiago Reis, aos 25'/2ºT).
(Técnico: Luizinho Lopes)

AVAÍ: Glédson; Edilson, Betão, Fagner Alemão e Diego Renan; Jean Cléber, Lourenço (Marcos Serrato, aos 39'/2ºT) e Jadson (Valdívia, aos 31'/2ºT); Vinícius Leite (Getúlio, aos 13'/2ºT), Copete e Romulo.
(Técnico: Claudinei Oliveira)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos