Em alta no Vitória, meia Felipe Gedoz relembra título na Seleção

Gedoz foi campeão com a Seleção Brasileira sub-21 (Foto:Reprodução/Twitter)
Gedoz foi campeão com a Seleção Brasileira sub-21 (Foto:Reprodução/Twitter)


O meia Felipe Gedoz, hoje com 26 anos, vive um bom momento individual pelo Vitória, na disputa da Série B, entre os 10 meias que mais deixam os atacantes de cara com o gol, além de ter balançado as redes cinco vezes. Com contrato até o final do ano, o futuro do atleta ainda está indefinido, mas a boa fase chama a atenção, além do currículo que conta até com passagem pela seleção brasileira.

Gedoz atuou com a amarelinha em 2014, fez gols e foi campeão do
Torneio Internacional da China. Representando a seleção sub-21, venceu a partida contra a China por 2 a 1, e levantou a taça no país do adversário.
O atleta que fez boa parte de sua carreira profissional longe do Brasil chamou atenção do técnico Alexandre Gallo que o convocava pela primeira vez.



Destaque do Defensor Sporting, do Uruguai, na época, Gedoz havia marcado gols importantes na Libertadores, e chegou a ser cogitado para representar a seleção uruguaia, mas escolheu o Brasil. Ainda em 2014, se transferiu para o Club Brugge, da Bélgica. Dois meses depois, o meia conquistaria seu primeiro título com a amarelinha.

- Para mim foi um sonho representar a seleção. Na época eu não era muito conhecido no Brasil, mas graças a Deus pude mostrar meu futebol na Libertadores. Todo jogador sonha jogar em sua seleção local, comigo não era diferente. Foi muito rápido para mim. Tive especulações para jogar na seleção uruguaia, mas não teve nada concreto. Ser campeão pelo Brasil é algo que está
marcado na minha carreira - disse o meia.

Gedoz marcou gol pela seleção diante da Coréia do Sul na vitória por 3 a 0 e foi importante na campanha que contou também com um empate com a Austrália em 2 a 2. O Brasil precisava apenas de um empate com a China para garantir o título. Os dois gols da vitória saíram no primeiro tempo e na segunda etapa, os chineses diminuíram.





Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também