Em alta no Santos, Maicon ainda não cometeu nenhuma falta no Campeonato Brasileiro

Maicon deve ser titular do Santos contra o Coritiba (Foto: Ivan Storti/Santos)


O zagueiro Maicon chegou ao Santos sob desconfiança de parte da torcida e membros do Comitê de Gestão do clube. Na votação que definiu sua contratação, ela foi aprovado por 6 votos a 3. José Berenguer, Ricardo Campanário e Walter Schalka foram contrários ao negócio - os três já não fazem parte do órgão.

Mas, com o tempo, o jogador mostrou que pode ser útil ao Santos. Ele foi um dos melhores em campo na partida contra Fluminense e Coritiba, ambos pelo Brasileirão. No torneio nacional, Maicon ainda não cometeu faltas e está zerado em cartões amarelos. Levando em consideração sua posição, são números elogiáveis.

Aos 33 anos, Maicon venceu dez duelos aéreos, deu nove desarmes, bloqueou sete chutes, acertou 61 de 65 passes e fez cinco interceptações. Ele vem sendo titular desde a 'mini pré-temporada' do Alvinegro, após a eliminação no Campeonato Paulista.

- Esperava sim (adaptação rápida). Porque como eu sempre disse, com muito trabalho e humildade eu sempre busco alcançar rapidamente a melhor forma possível. Já tenho muito tempo de futebol, sei das minhas qualidades, das minhas capacidades e sim, com certeza esperava essa adaptação rápida. Espero poder contribuir ainda mais para a equipe e poder ajudar todo mundo - afirmou o camisa 33 em entrevista recente.

Maicon começou a carreira no próprio Cruzeiro. Em seguida, passou por Cabofriense, Nacional e Porto (POR) até chegar ao São Paulo, rival do Santos. Após isso, jogou pelo Galatasaray (TUR) e Al-Nassr (SAU), até retornar ao time de Minas Gerais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos