Em alta, Diego Souza ganha destaque em jornal espanhol e trabalha por uma vaga na Rússia

A ida de Diego Souza para a Seleção Brasileira fez muito bem ao jogador. O atacante foi o grande destaque da partida entre Sport e Campinense do último domingo(2) que carimbou a vaga do time Rubro-Negro na semifinal da Copa do Nordeste. Na última edição do torneio, os pernambucanos foram eliminados pelo rival de Campina Grande. 

Com dois golaços, um deles de bicicleta, o camisa 87 mostrou porque foi escolhido pelo técnico Tite na vaga deixada por Gabriel Jesus, não convocado para os dois últimos jogos por conta de lesão. No segundo tento de Diego na partida, o jogador fez o papel de um verdadeiro centroavante, recebeu a bola e pedalou bonito.

Diego Souza Sport x Campinense

(Foto: Williams Faria / Sport Clube Recife / Divulgação)

A fase é realmente boa, além de ser o nome da classificação do Sport, Diego também foi citado no jornal espanhol AS, como um dos 10 jogadores que podem ser o grande destaque da Copa Sul-Americana 2017. A lista também traz os brasileiros Jô, do Corinthians e Richarlison, do Fluminense.

Valorizado, o jogador do Sport também tem visto seu nome ligado a possíveis transferências. Recentemente o Santos, do técnico Dorival Júnior, mostrou interesse em sua contratação para o Campeonato Brasileiro. Apesar disso, ele se mostra bastante feliz na equipe de Recife e não pretende deixar o clube.

Diego Souza, Diego e Neymar - Brasil - 27/03/2017

(Foto: Pedro Martins / MoWa Press / Divulgação)

Com o Brasil classificado para a Copa do Mundo, é bem provável que Tite abra mais espaço para fazer testes na equipe, apesar de concorrer com o próprio Gabriel Jesus e com Firmino, Diego pode ser um nome a ser observado melhor pelo treinador. Com boa movimentação, não pode se dizer que Firmino foi mal nos jogos contra Uruguai e Paraguai, mas esteve longe de ter uma atuação a ser lembrada. 

Poucas opções para o setor fazem com que Diego Souza possa sonhar com a Rússia. Entre os jogadores que estavam sendo convocados antes da era Tite, Ricardo Oliveira com 36 anos e Jonas, que encarou problemas físicos no Benfica ,não parecem opções do treinador da Seleção. 

A falta de maiores concorrentes pode se tornar uma grande motivação para o jogador do Sport seguir com as boas atuações, sem problemas com a balança e quem sabe não carimbar seu passaporte também para o Mundial de 2018.