Em alta, Crias da Academia do Palmeiras têm chance da primeira vez no profissional

LANCE!/NOSSO PALESTRA
·2 minuto de leitura


O Palmeiras faz o primeiro jogo do ano pelo Campeonato Brasileiro neste sábado (9) contra o Sport, na Ilha do Retiro às 19h (horário de Brasília). Adversário entre os compromissos diante do River Plate, pela semifinal da Copa Libertadores, a partida em Recife deve abrir chance para os garotos.

- Sem Copinha 2021: 30 promessas que poderiam não ter aparecido

O técnico Abel Ferreira vai poupar atletas de olho na volta contra os argentinos e as Crias da Academia vão ter oportunidade, dando sequência ao que aconteceu no ano passado, quando 11 jogadores estrearam pela equipe profissional e, juntos, realizaram 160 partidas.

Pela ordem, foram: Patrick de Paula, Gabriel Menino, Wesley, Alan, Angulo (atualmente emprestado ao Botafogo), Gabriel Silva, Danilo, Renan, Aníbal, Marcelinho e Fabrício.

Aníbal, Marcelinho e Fabrício tiveram a primeira oportunidade com o treinador português, conhecido por trabalhar bem com jovens nos clubes europeus por onde passou. Despontam como possíveis estreantes: Garcia, lateral-direito, Pedro Bicalho, meia, e Henri, zagueiro. O defensor voltou recentemente de uma operação no menisco do joelho esquerdo.

Confira a classificação do Brasileirão 2020
Simule a possível final da Taça Libertadores

Dos estreantes, Patrick de Paula, Gabriel Menino e Danilo foram titulares na goleada por 3 a 0 na Argentina e somente o camisa 5 deve estar em campo na Ilha do Retiro, uma vez que está suspenso para a volta da Libertadores.

O Palmeiras não tinha uma temporada com tantos estreantes da base desde 2011, quando o número foi de 12: Miguel, Gualberto, Daniel, João Arthur, Gabriel Silva, Anselmo, Vinícius, Patrik, Luis Felipe, Jean, Bruno Turco e Fernando. Recorde na história do clube desde 1988, quando a instituição começou a contabilizar o primeiro jogo profissional de quem era da base.

Como o ano é novo, mas a temporada é velha, o Verdão está a uma estreia das Crias da Academia para igualar o ano com mais jovens utilizado e a marca pode acontecer neste sábado (9), em Recife.