Em alta com Ancelotti no Real Madrid, Éder Militão é comparado a Pepe pela imprensa espanhola

·2 minuto de leitura


Titular nos dez jogos desta temporada com o Real Madrid, o zagueiro brasileiro Éder Militão tem se colocado como um jogador indispensável no esquema montado pelo técnico Carlo Ancelotti. Prova disso, é o destaque dado ao atleta pelo Diário ‘AS’. Na última quarta-feira, o periódico espanhol, detalhou o crescimento de Militão desde a temporada passada, e traçou um paralelo com Pepe, que brilhou com a camisa do Real Madrid após deixar o Porto.

- O Real Madrid encontrou um defesa-central em Militão, tal como aconteceu com Pepe há 14 anos . As carreiras dos dois zagueiros são semelhantes, assim como seu estilo de jogo intenso e físico. Ambos se destacaram no Porto e chegaram à equipa branca em troca de uma grande quantia. Militão passou grande parte de sua primeira temporada no banco, porém, devido às lesões na defesa ocorridas no ano passado, teve oportunidade de somar muitos minutos, e aproveitou-as. O seu final de campanha foi excelente, com grandes atuações ao lado do Nacho, tanto em La Liga como na Liga dos Campeões. Seu nível garantiu-lhe uma posição sem Ramos e Varane após a saída dos dois. Na frágil defesa branca, é o mais regular, cobrindo muitos dos problemas da equipe - destacou o ‘AS’.

A comparação com Pepe é justa, já que os dois chegaram ainda pouco conhecidos, Pepe com 24, e Militão com 21 anos. É importante ressaltar que, mesmo com a pouca idade eles não se intimidaram e buscaram as oportunidades na equipe. Vale destacar que mesmo com muitas estrelas, Pepe foi protagonista até a sua saída, na temporada 2016/2017, somando mais de 330 jogos. Hoje com uma reformulação no sistema defensivo, Militão é visto como a peça de segurança no grupo e homem de confiança de Ancelotti.

Vale lembrar que as grandes atuações pelo Real Madrid renderam ao jogador a convocação para a disputa da Copa América, no primeiro semestre deste ano, no Brasil. Na campanha do vice-campeonato, vivendo o seu melhor momento desde que chegou na Europa, o jogador foi titular em cinco partidas com a seleção brasileira, e desde então, esteve presente em todas as listas de convocação do técnico Tite.

Visto como o nome ideal para a zaga brasileira na Copa do Mundo no Catar e apontado como uma espécie de líder técnico na Espanha, Militão somou 45 roubadas de bola, 41 disputas vencidas e 15 interceptações nos últimos 7 jogos do Real Madrid na temporada. O vigor físico é mais um atributo que faz o brasileiro ser comparado com Pepe, e as próximas temporadas podem fazer com que Militão escreva de vez o seu nome na história do Real Madrid. Enquanto é destaque na imprensa espanhola, Militão espera, diante da Venezuela, pela eliminatória da Copa do Mundo, receber mais uma oportunidade do técnico Tite para provar o grande momento que vem atravessando na carreira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos