Em 2022, Cano tem mais gols que Messi e outros três atacantes da Argentina somados

Germán Cano encerrou a temporada com 44 gols pelo Fluminense (Mailson Santana/Fluminense)


Germán Cano encerrou o ano de 2022 de forma fantástica e, como de costume, com um gol marcado. No último domingo, o artilheiro do Fluminense anotou seu 26º gol no Brasileirão, sendo o 44º na temporada.

Apesar da boa forma, o camisa 14 das Laranjeiras não foi lembrado por Lionel Scaloni, técnico da Argentina, na convocação para a Copa do Mundo. E olha que o comandante da Albiceleste chamou sete jogadores para o ataque.

+ Veja como foi o primeiro treino da Argentina em Abu Dhabi

E quando a gente recorre as estatísticas de gols em 2022 na comparação entre Cano e os atacantes que defenderão a Argentina no Mundial, os números são assustadores. O veterano de 34 anos balançou mais as redes do que Messi e outros três hermanos juntos contabilizando os números apenas por clubes.

Basta somarmos os gols do camisa 10 e astro do Paris Saint-Germain, que balançou as redes dos adversários em 17 oportunidades em 2022. Enquanto isso, Nico González, da Fiorentina, marcou 10 gols, Joaquín Correa fez cinco, enquanto Di María anotou apenas três tentos.

Com isso, o quarteto fez 35 gols atuando por suas equipes. Se o Cano fizesse mais cinco gols, e chegasse aos 49 marcados no ano, Paulo Dybala também poderia entrar nessa conta. O atacante da Roma marcou 14 gols e o ataque da Argentina, excluindo Lautaro Martínez e Julián Álvarez, chega aos 49 gols.

Ao todo, os sete atacantes convocados por Lionel Scaloni anotaram 96 gols em 2022. Julián Álvarez, reserva do Manchester City, foi o atleta que mais balançou as redes com 25 tentos, enquanto Lautaro Martínez aparece na 2ª colocação com 22.

Não há como prever se a Argentina precisará de um centroavante que seja referência na grande área nesta Copa do Mundo. Mesmo sem Cano, a Albiceleste está invicta há 35 partidas e é considerada uma das favoritas ao título.