Em 2008, Schumacher 'profetizou': “Hamilton pode quebrar meus recordes”

Maria Reyer
·3 minuto de leitura

. Em uma entrevista em 2008, o próprio Schumacher previu que o britânico poderia alcançá-lo um dia, e também em 2013, quando Lewis tinha 'apenas' um título.

"Eu diria que sim, com certeza", disse o então consultor da Ferrari em entrevista à BBC britânica em 2008, quando questionado sobre as chances de Hamilton igualar seu recorde. A entrevista foi antes do dramático final da temporada no Brasil, ou seja, o então piloto da McLaren ainda não havia sido campeão mundial.

Leia também:

Pelé, Rosberg e mundo do esporte celebram hepta de Hamilton: "Uma das maiores conquistas da história do esporte" Raio-X: veja comparação entre todos os títulos de Schumacher e Hamilton F1: Hamilton quase "perdeu o controle das emoções" na última volta

E ele estava convencido de que Hamilton poderia ganhar sete títulos. Afinal, ele mesmo nunca pensou que iria quebrar o recorde do grande Juan Manuel Fangio. "Ninguém, nem eu mesmo, pensou que poderia vencer o Fangio. E eu fiz. E eu até aumentei o recorde para sete", disse ele.

O alemão, que tinha 39 anos quando fez essas declarações, concluiu: "Os recordes estão aí para serem quebrados." Ele também esclareceu que ter que dividir o recorde do piloto com mais títulos de todos os tempos, ou mesmo perdê-lo para o Hamilton, não o incomodava: "Estou muito tranquilo e estarei se um dia acontecer, se for Hamilton, se for Massa ou se for Sebastian Vettel ou quem quer que seja. "

"Um dos pilotos atuais ou futuros pode fazer isso. Não terei problemas com isso."

Na mesma entrevista, enquanto falava muito bem de Hamilton, que estava prestes a ganhar seu primeiro título, Schumacher se recusou a revelar se considerava Lewis o melhor nessa geração.

“Se você pensar no que ele fez em tão pouco tempo ... ele veio para a Fórmula 1 e duelou com o Alonso no ano passado [2007]. Ele costumava ser muito rápido, isso fala por si”, analisou o dono do recorde histórico antes do GP do Brasil de 2008.

Além disso, a Fórmula 1 lembrou quando, em 2006, meses antes de fazer sua estreia na categoria de elite, durante a GP2, Lewis Hamilton já tinha claro seu objetivo: chegar ao campeonato mundial e vencê-lo. E ele sabia quem era a referência.

"Pessoas como Michael, você sabe. Ele conquistou muito. E eu não sei o quão difícil será ... Não sei se será possível para mim ganhar sete títulos, mas ficaria feliz com um. Temos que esperar para ver, no entanto."

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

PÓDIO: Chuva traz caos ao GP da Turquia, mas Hamilton se sobressai, vence e garante o hepta

PODCAST: O calendário 'pós-pandemia' da F1 2021 é o mais correto? Ouça o debate

Your browser does not support the audio element.