Em ótimo Clássico das Multidões, Timão e Fla empatam em Itaquera

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Corinthians e Flamengo fizeram um ótimo Clássico das Multidões na tarde deste domingo. A Arena lotada teve estreia de Diego Alves, gol muito mal anulado, virando artilheiro, golaço de voleio, recorde quebrado... No fim, o empate por 1 a 1 acabou sendo melhor para o líder Timão, que sofreu pressão do Rubro-Negro no segundo tempo.

Com o empate, o Corinthians quebrou uma marca que era justamente do Flamengo, de 2011, derrotado apenas na 17ª rodada. O Timão passa pelas 17 primeiras em 2017 sem perder no Brasileirão. Ao todo, o time está invicto há 32 jogos, na segunda maior sequência da história do clube, atrás das 37 partidas em 1957.

A diferença na liderança pode diminuir, já que o Grêmio recebe o Santos a partir das 19h. O Timão, com 41 pontos, pode conquistar o Troféu Osmar Santos, dado pelo LANCE! ao vencedor do primeiro turno, caso o Tricolor gaúcho não vença o Peixe.

O Flamengo, por sua vez, apesar da grande atuação no segundo tempo, perdeu o quarto lugar da tabela para o Palmeiras. Ambos agora têm 29 pontos.

O Corinthians dominou o jogo nos primeiros minutos. O placar era para ter sido aberto aos 12, mas o árbitro Ricardo Marques Ribeiro, influenciado pelo assistente Pablo Almeida da Costa, anulou de forma absurda um gol de Jô. O atacante do Timão recebeu cruzamento de Maycon três metros atrás da linha da bola.

Não demorou muito para Jô balançar a rede novamente e igualar-se na artilharia do Brasileirão, com os mesmos dez gols que Lucca. No duelo que colocou frente a frente dois jogadores que estão na mira de Tite para a próxima convocação da Seleção Brasileira, o atacante recebeu linda bola de Balbuena e levou a melhor sobre Diego Alves, que fez sua estreia pelo Flamengo e demorou a pular na bola.

Após o gol, o Corinthians começou a fazer o jogo que mais gosta: ficou fechado, sem dar chances ao Flamengo, e tentou sair em contra-ataques. Nem a aproximação de Diego com Everton Ribeiro fez o Rubro-Negro ter chances claras.

No segundo tempo, porém, o cenário mudou, principalmente por conta das entradas de Willian Arão e depois Berrío. Cássio, outro que está no radar de Tite, salvou o Timão após cabeçada de Juan. Mas o goleiro do Timão nada pôde fazer aos 25 minutos: Réver aproveitou escorada de Juan e mandou de voleio.

O Flamengo mostrou que não se contentava com o empate em Itaquera e foi para cima do Corinthians. Era pressão pelo alto e por baixo. Diego perdeu chance inacreditável, Pedro Henrique cabeceou contra na trave, o Timão ainda respondeu com Jô parando em Diego Alves... Apesar de o gol não ter saído, foi um ótimo final de um grande jogo!

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 X 1 FLAMENGO
Local: Arena Corinthians, São Paulo (SP)
Data-Hora: 30/7/2017 - 16h
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Pablo Almeida da Costa (MG)
Público/renda: 44.682 pagantes/R$ 2.823.378,80
Cartões amarelos: Diego (FLA)
Cartões vermelhos: -
Gols: Jô (21'/1ºT) (1-0), Réver (25'/2ºT) (1-1)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel (Camacho, aos 38'/2ºT) e Maycon; Marquinhos Gabriel (Giovanni Augusto, aos 38'/1ºT), Rodriguinho e Clayson (Pedrinho, aos 20'/2ºT); Jô. Técnico: Fábio Carille.

FLAMENGO: Diego Alves; Pará, Réver, Juan e Trauco (Berrío, aos 24'/2ºT); Márcio Araújo, Cuéllar (Willian Arão, no intervalo) e Diego (Vinícius Júnior, aos 41'/2ºT); Éverton Ribeiro, Éverton e Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

E MAIS:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos