Eliminada da Copa-2022, África do Sul denuncia na Fifa arbitragem contra Gana

·1 min de leitura
O ganês André Ayew tenta se livrar do zagueiro sul-africano Teboho Mokoena durante a primeira partida das eliminatórias da Copa do Mundo em Joanesburgo, em 6 de setembro de 2021 (AFP/PHILL MAGAKOE)

A Federação Sul-Africana de Futebol (SAFA) anunciou nesta segunda-feira a sua intenção de denunciar à Fifa e à Confederação Africana (CAF) a arbitragem do jogo contra Gana, no domingo, em que perdeu por 1 a 0, resultado que eliminou os sul-africanos da corrida para a Copa do Mundo de 2022.

A partida foi decidida por um pênalti marcado no primeiro tempo pelo árbitro senegalês Maguette N'Diaye devido a uma suposta falta do zagueiro sul-africano Rushine De Reuck sobre o atacante Daniel Amartey, que na repetição das imagens televisivas parece cair sem ter havido contato.

A arbitragem de vídeo (VAR) não estava disponível para esta partida.

"A federação decidiu registrar uma reclamação formal para que a Fifa e a CAF investiguem o comportamento dos árbitros da partida", declarou o diretor-geral da SAFA, Tebogo Motlanthe, no Twitter.

A vitória permitiu que Gana ultrapassasse a África do Sul em seu grupo das Eliminatórias para a Copa do Mundo e se classificasse para a próxima fase.

sn/bde/gf/mcd/pm/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos