Eliminação do Santos para o Libertad vai para conta do Diniz

·1 minuto de leitura
Diniz, em ação pelo Santos, contra o Libertad. Foto: Marcello Zambrana/AGIF
Diniz, em ação pelo Santos, contra o Libertad. Foto: Marcello Zambrana/AGIF

O Santos perdeu por 1 a 0 para o Libertad e foi eliminado da Copa Sul-Americana, após vencer no jogo de ida por 2 a 1. A derrota santista vai para a conta de Fernando Diniz, que escalou mal e mexeu ainda pior. 

O time terminou o confronto com Camacho como zagueiro, Marcos Guilherme de volante, três centroavantes e dois atacantes de lado. Ainda assim, o Santos não exigiu nada do goleiro Martín Silva, criando apenas um lance de gol, num cabeceiro de Marcos Leonardo no travessão, no início do segundo tempo. 

Leia também:

O desfecho negativo para o Santos foi correto, pela falta de futebol da equipe. O Libertad, mesmo com muitas limitações técnicas, foi mais competitivo e incisivo, merecendo a vaga para as semifinais. Se fosse um pouco melhor, o Libertad teria ganho por um escore maior. João Paulo, mais uma vez, fez duas grandes defesas, evitando o pior. 

Agora, o Santos tem as quartas-de-final da Copa do Brasil contra o Athletico e a sequência da Série A do Brasileiro, onde faz uma campanha razoável. 

O blog gosta do estilo de trabalho de Fernando Diniz, mas o treinador precisa encontrar um equilíbrio nas suas escolhas, ajustando todos os setores. O produto final santista, em Assunção, foi lamentável. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos